Todos sabem que o ​Fluminense é um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro. Berço de craques, o Tricolor Carioca tem uma histórica rica, escrita por ídolos emblemáticos como Castilho, Carlos Alberto Torres, Preguinho, Rivellino, Gerson, Romerito, Waldo, Telê Santana, Altair... Mas hoje, especificamente, falaremos dos grandes capitães da história do clube das Laranjeiras. Entre número de partidas, identificação e conquistas, confira quem foram os maiores jogadores que portaram a braçadeira tricolor:


Píndaro

Lateral técnico, firme e vigoroso, Píndaro vestiu a camisa do Fluminense ao longo de sete anos (1948-1955), somando 256 partidas pelo clube. Apesar do elenco tricolor à época contar com Pinheiro e Castilho, era de Píndaro a braçadeira de capitão neste período, por sua liderança e voz ativa. Ergueu o troféu da Copa Rio de 1952.


Denílson

Seu nome não costuma ser lembrado ou enumerado quando as pessoas apontam os maiores ídolos da história do Fluminense, mas deveria. É, com sobras, o melhor volante que já vestiu a camisa do clube e vivia o auge de sua forma na reta final dos anos 60, sendo inexplicável sua ausência entre os convocados da Seleção para a Copa de 70. Com 435 jogos disputados, está no top-10 de jogadores que mais atuou pelo Flu e ergueu a taça do Brasileirão de 1970.


Duílio

Mais de 30 anos depois da lendária dupla Píndaro-Pinheiro, o Fluminense emplacou mais uma parceria emblemática em seu sistema defensivo: Ricardo Gomes e Duílio. O segundo portava a braçadeira de capitão no bicampeonato carioca (1983 e 1984) e no título do Brasileirão, sobre o Vasco, em 1984. Disputou quase 150 partidas com a camisa tricolor, durante três temporadas, antes de rumar ao futebol português.


Marcão

SOC-BRASIL-MEXICO-TOLUCA-FLUMINENSE

Marcão não foi o jogador mais brilhante tecnicamente que já vestiu a camisa do Fluminense, mas está entre os mais dedicados, raçudos e identificados da história do clube. Disputou quase 400 partidas pelo clube carioca, sendo o capitão tricolor da conquista do Campeonato Carioca de 2005. Por ter chegado às Laranjeiras em um momento delicadíssimo (1999) e por todos os serviços prestados com afinco, merece uma vaga nesta lista.


Fred

FBL-BRAZIL-FLUMINENSE-CELEBRATIONS

Fechamos essa lista com o capitão mais importante da história do Tricolor Carioca. Contratado em 2009, Fred dedicou oito anos de sua carreira ao time das Laranjeiras, anotando 172 gols e adentrando o top-5 de maiores artilheiros da história do clube. Tão logo desembarcou no Rio de Janeiro, tornou-se um líder da equipe e peça fundamental na heroica arrancada de 2009 e no fim do jejum nacional em 2010, com o tri brasileiro. Em 2012, fez um Brasileirão impecável e conduziu o Fluminense ao tetracampeonato. É o maior ídolo contemporâneo dos tricolores.