​Dono de dois títulos brasileiros na década passada, o ​Fluminense tem ídolos contemporâneos que marcaram seus nomes na história do clube, como Fred, Deco e Conca. Contudo, em meio a alguns acertos, o Tricolor Carioca também empilhou contratações decepcionantes nos últimos anos, especialmente na era pós-Unimed, mas também durante a mesma. A seguir, listamos cinco jogadores que chegaram às Laranjeiras sob grande expectativa, mas deixaram o clube sem ter correspondido dentro das quatro linhas:


5. Belletti

Juliano Belletti

O lateral-direito nunca foi genial, mas teve anos sólidos no Velho Continente, vestindo camisas importantes como Barcelona e Chelsea. Sua trajetória vitoriosa na Europa empolgou a torcida tricolor no momento de sua contratação, anunciada em 2010. Ele integrou o elenco campeão brasileiro naquele ano como coadjuvante, tendo disputado somente nove partidas oficiais pelo Tricolor Carioca. Rescindiu com o clube em 2011, por conta das inúmeras lesões.


4. Alejandro Martinuccio

Fluminense v Avai - Serie A

Após anos prolíficos com a camisa do Peñarol, o meia argentino entrou no radar da Série A e motivou uma verdadeira 'briga' entre Palmeiras e Fluminense, que disputavam sua contratação. Acabou fechando com o time carioca, mas jamais retribuiu todo o 'ímpeto' aplicado pelo Tricolor para trazê-lo. Presença constante no departamento médico, se despediu das Laranjeiras tendo anotado apenas um gol, em 15 jogos oficiais disputados.


3) Fabián Monzón

Monzon

Promissor em seus primeiros anos como profissional no Boca, o lateral-esquerdo argentino foi buscado pelo Fluminense na França, mais especificamente no Lyon, para disputar a temporada de 2013. Chegava às Laranjeiras com status de reforço internacional e de campeão olímpico - foi medalhista de ouro com a AFA nos Jogos de Pequim (2008) -, mas devido a problemas de saúde/pessoais, disputou apenas três partidas e logo deixou o clube.


2. Walter

Walter

Em 2014, já sem contar com o aporte da antiga patrocinadora, o Fluminense tentou ser arrojado no mercado e fechou a contratação de Walter, que vinha de ótima temporada pelo Goiás. Muito talentoso, o atacante gerou um misto de sentimentos na torcida tricolor: euforia pelo potencial e preocupação pelos conhecidos problemas com a balança. Acabou 'sucumbindo' em sua eterna luta contra o sobrepeso, rendendo bem menos do que poderia no Rio de Janeiro.


1. Ronaldinho

Ronaldinho

Sem dúvida, a contratação mais decepcionante da história recente do clube é a de Ronaldinho. Apoiado na esperança de que o craque pudesse repetir, em 2015, o que fez pelo Atlético-MG em 2013, o Tricolor Carioca pagou bem caro para fechar sua contratação. Sua apresentação levou quase 40 mil ao Maracanã, e as camisas 10 rapidamente esgotaram nas lojas oficiais. Mas o resultado de toda essa euforia foi trágico: indisciplina e rescisão após nove partidas.