​Na noite deste domingo (29), o Atlético-MG utilizou suas plataformas oficiais para anunciar uma decisão emergencial em meio à pandemia de ​coronavírus. Com objetivo de tentar diminuir os prejuízos financeiros causados pelo período sem jogos, o clube mineiro confirmou que fará cortes nos salários de jogadores, comissão técnica e dirigentes.


A redução será de 25% nos vencimentos dos funcionários pertencentes aos 'setores' citados anteriormente, e não atingirá profissionais que tenham salários inferiores a R$ 5 mil. Como destaca o ​Globoesporte, a medida foi oficializada após a diretoria atleticana receber o aval do Conselho Deliberativo do Galo. Antes do corte ser confirmado, o Atlético já havia anunciado as férias coletivas para o elenco nos primeiros 20 dias de abril.

Savarino,Natan

Confira um trecho da nota oficial do clube:

"Considerando a excepcionalidade da atual conjuntura, que impõe ao Atlético a adoção de ajustes transitórios que lhe permitam continuar honrando os seus compromissos; Resolve a Presidência Executiva, sob o crivo da Presidência do Conselho Deliberativo, aplicar uma redução de 25% (vinte e cinco por cento) sobre o salário de seus funcionários, incluindo Diretoria, Atletas e Comissão Técnica, pelo período em que perdurarem os efeitos da Pandemia. Em respeito ao mínimo existencial daqueles que mais necessitam, o Atlético não realizará desconto de nenhuma espécie para os colaboradores que recebam até cinco mil reais mensais"


Para ler mais notícias do Atlético-MG, clique ​aqui.