Brazilian Football League Serie A - Brasileirao Assai 2019

​A bola pode até não estar rolando pelos gramados brasileiros, mas a resenha não pode parar jamais. E para alegria da apaixonada torcida do ​Grêmio, o 90min conversou com exclusividade com o jovem Darlan, uma das principais joias da 'nova safra' produzida pela base tricolor. 


Natural de São Borja, o volante de 21 anos é uma das promessas que mais empolga o torcedor gremista. Sua estreia pelo time profissional aconteceu no Gauchão de 2019, contra o São José, e desde então o garoto vem batalhando por espaço no forte elenco tricolor. Perguntado sobre suas aspirações, Darlan cravou seus objetivos para a temporada:


"Comecei o ano bem, graças a Deus, aproveitando bem as oportunidades. É aproveitar cada vez mais as oportunidades, ir aos poucos ganhando meu espaço, pegando rodagem nos jogos. Meu objetivo é me firmar cada vez mais aqui. O Grêmio quer sempre estar vencendo, sempre estar na frente, então o desejo do público e também de todos nós é ganhar as competições que aparecerem pela frente", contou.

Algo que o torcedor gremista não pode se queixar ao longo dos últimos anos é a qualidade de seu corpo de volantes. De Arthur a Darlan, sempre um jovem grande talento, geralmente ao lado do experiente Maicon. O capitão também foi assunto no bate-papo, com a joia tricolor sendo só elogios ao companheiro, um de seus ídolos/referências no futebol.


"O Maicon é uma referência a gente tem (...) Ele é sensacional. Um cara que viveu muito na bola, que tem um respaldo muito grande dentro do clube... Então ele abraça a gente que sobe, e passa confiança pra gente. Sempre busquei me espelhar nos caras que eu tinha próximo, e o Maicon é quem eu tenho como referência. Um cara mundial que eu sempre gostei de ver, e hoje busco ver vídeos também é o Xavi, um cara que conhece essência de jogo, volante, dá dinâmica, dá qualidade pro time", revelou.

Se Darlan não titubeou em apontar seu ídolo no clube, também não hesitou em entregar quem é o mais 'resenha' do elenco tricolor: "Tem vários que gostam da resenha, mas o mais chato, que gosta da resenha mesmo, é o Pepê. Esse aí é toda hora, ele não para. Tá sempre com bateria. Mas nosso vestiário é tranquilo", contou.



Com 'os guri' cada vez mais à vontade e entrosados com veteranos como Geromel, Maicon e Kannemann, o Tricolor Gaúcho sonha com um 2020 glorioso. A ver, apenas, quais serão os próximos passos do futebol brasileiro em meio ao ​coronavírus.