A próxima janela de verão deve marcar a despedida de Gareth Bale do Real Madrid. Após seis anos e meio de clube, o galês vive seu período de maior 'desprestígio' na capital, somando cada vez menos minutos sob comando de Zidane. Seus vencimentos, no entanto, seguem como um dos maiores do elenco, o que aumenta a preocupação da diretoria merengue em negociá-lo o quanto antes. Quais são os destinos possíveis para o ponta? Levantamos três:


1. China?

FBL-CHN-CSL-GUANGZHOU-SHANGHAI

Em julho do ano passado, o Jiangsu Suning tentou de todas as formas seduzir Bale e levá-lo à China. Apesar do clube ter conseguido 'conquistar' a estrela do Real, uma reviravolta de última hora encerrou as negociações. Parte da imprensa espanhola cravou que a razão para o acordo não ter saído foi a desistência da família do atleta... Seu estafe, por sua vez, culpou a diretoria merengue. Uma ida ao futebol chinês agora é considerada mais complicada, especialmente pelos limites de investimento impostos pelas entidades locais: 200 mil euros por mês é o novo teto salarial no país, sete vezes menos em relação ao que Bale ganha no Madrid.


2. Retorno à Premier League?

Gareth Bale

Revelado pelo Southampton e conhecido no mundo pelos anos de Tottenham - seu clube antes de se transferir ao Real -, o ponta galês pode acabar retornando à liga onde tudo começou. É fato que os grandes clubes da Premier League têm potencial de investimento suficiente para atrair o atleta e oferecer um contrapeso financeiro que agrade o Madrid, afinal, Bale ainda tem dois anos de contrato por cumprir na capital espanhola. O Manchester United é um interessado de longa data em seus serviços. Será que veremos o ponta vestindo vermelho?


3. Major League Soccer?

Minnesota United FC v Atlanta United FC: Final - 2019 U.S. Open Cup

Por fim, temos a ascendente Major League Soccer, liga que investe cada vez mais em craques europeus que estão em reta final de carreira. Além dos Estados Unidos terem um 'appeal' maior para jogadores em relação à China, trata-se de um mercado financeiro poderosíssimo. Dessa forma, não dá para excluir a 'América' como um destino possível para Bale, ainda que o galês não esteja na mesma faixa etária (30 anos) de Gerrard, Lampard, Andrea Pirlo e Henry, que já eram bem mais veteranos quando se transferiram ao futebol norte-americano.