​O rebaixamento do ​Cruzeiro para a Série B fez com que jogadores de nome deixassem o clube em busca de oportunidades na elite do Campeonato Brasileiro. A maioria dos medalhões que não fazem mais parte do plantel da Raposa não conseguiram se firmar ainda nas suas novas equipes.


O portal ​Superesportes apurou a evolução dos atletas que saíram da Raposa após a queda. Segundo o levantamento, quase todos estão amargando o banco de reservas atualmente, havendo poucas exceções.



Pedro Rocha


Pedro Rocha

Sem ter tido opção de compra por parte do Cruzeiro, Pedro Rocha se transferiu para o Flamengo. Na temporada, até o momento, o atacante realizou apenas uma partida. A expectativa é que Jorge Jesus utilize-o mais vezes.



Rafael



Rafael


Para os goleiros, as chances são mais difíceis de acontecer. Hoje no rival ​Atlético-MG, Rafael só realizou um jogo pelo novo clube. Com 30 anos, essa é a chance de o arqueiro ser titular, já que esteve na sombra de Fábio por muitos anos.


Thiago Neves


Thiago Neves


Thiago Neves deixou a Raposa coberto de muitas críticas e polêmicas. Chegou ao ​Grêmio com desconfiança devido aos seus problemas extracampo. Não se pode negar que, mesmo com um perfil um pouco mais complicado, é um grande jogador. Na equipe gaúcha ainda não conseguiu se firmar. Até o momento, entrou em campo sete vezes e marcou um gol.​



Orejuela


Luis Orejuela


Pensando na seleção colombiana, o lateral-direito Orejuela trocou o Cruzeiro pelo Grêmio. Mesmo sendo contratado para suprir uma necessidade no Imortal, o jogador vem amargando o banco de reservas, principalmente por conta das atuações de Victor Ferraz, titular do time comandado por Renato Portaluppi. Em 2020, o atleta jogou quatro partidas.


Henrique


Henrique


Mesmo sendo um dos poucos que tem um carinho da torcida da Raposa, Henrique preferiu deixar o clube e respirar novos ares. Hoje no​ Fluminense, o volante não vem ganhando tantas chances pra quem era capitão em Minas. Até aqui, realizou sete jogos.


Sassá


FBL-LIBERTADORES-CRUZEIRO-EMELEC


Apagado na temporada 2019, o atacante Sassá foi outro que pediu para sair, porém não vem ganhando destaque no seu novo clube. Atualmente no​ Coritiba, o jogador tem bons números, entrando em campo seis vezes e marcando três gols. Mesmo assim, seu desempenho é irregular.



Marquinhos Gabriel



Janderson,Marquinhos Gabriel

Contratado para ser o camisa 10 do Athletico-PR, Marquinhos Gabriel começou bem o ano, mas logo perdeu espaço e hoje está no banco de reservas. A expectativa é que ele evolua durante a temporada e assuma novamente a titularidade. Ao todo no Furacão, foram seis jogos e um gol.



Éderson



Ederson,Walter

Éderson ainda não conseguiu se firmar no Corinthians. Com dificuldades por conta do aspecto físico, vem tendo uma temporada tímida. Até o momento, realizou apenas um jogo.