Leeds United v Huddersfield Town - Sky Bet Championship

Enquanto Ásia lida com o ​coronavírus desde o mês de janeiro, o Brasil vive seus 'primeiros momentos'​ da pandemia. Em todos os campos da sociedade, dos governantes à população civil, é preciso olhar e analisar o que foi feito, o que deu certo e o que deu errado em países onde a nova doença se manifestou primeiro. Evitar passos em falsos e aplicar bons exemplos é fundamental para que consigamos minimizar os danos em solo brasileiro, e isso cabe para tudo, inclusive para o futebol


É urgente que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) encare a situação com seriedade. Entre ​Estaduais, Copas e Campeonatos Nacionais, Torneios Continentais e competições entre Seleções, o inchado calendário tupiniquim está sob risco. A prioridade máxima precisa ser a integridade física das pessoas, de modo que já se reivindica uma paralisação imediata das competições que estão com bola rolando. Fechar os portões não é suficiente.

Eintracht Frankfurt v FC Basel - UEFA Europa League Round of 16: First Leg

É impossível prever quanto tempo durará o avanço do coronavírus e em quanto tempo a sociedade, como um todo, voltará à normalidade. Por isso, é importante que a entidade se antecipe e defina algumas 'ordens de relevância' em seu calendário: a Copa América de 2020, por exemplo, pode ser remanejada para 2021. É uma medida cabível e que deve ser discutida com a Conmebol, assim como UEFA e FIFA já debatem o futuro da Eurocopa 2020.