​Recepcionado com festa na manhã desta quarta-feira (4) no aeroporto de Luque, Ronaldinho não teve a mesma 'calmaria' em sua primeira noite no Paraguai


De acordo com diversos veículos de imprensa do país - incluindo o site 'Diário de La Nación' -, o brasileiro foi detido nesta noite pela polícia paraguaia, por uso de passaporte falso para adentrar o país. Forças de segurança se dirigiram ao hotel em que o ex-atleta está hospedado e encontraram dois documentos adulterados: um de Ronaldinho e um de seu irmão, Assis.


A informação foi confirmada pelo ministro do Interior, Euclides Acevedo. O Ministério Público paraguaio realizará uma coletiva de imprensa nesta quinta, às 8h, para tratar o assunto.

​​Vale lembrar que o ex-camisa 10 tem problemas anteriores com a Justiça, ao menos em solo tupiniquim: seu passaporte ​chegou a ser apreendido em 2018, após ser condenado por dano ambiental.


*Mais informações em breve