​O começo de ano não está sendo animador para o ​Santos e as derrotas deixam o técnico Jesualdo Ferreira ameaçado no cargo. O resultado negativo diante do Ituano, no último sábado (22), por 2 a 0, deixa o torcedor preocupado quanto aos próximos jogos e o clássico contra do ​Palmeiras, no sábado (29), será crucial para a permanência do português. 


Muriel,Felipe Jonatan

Após o revés, em entrevista na zona mista, Felipe Jonatan, titular na lateral-esquerda, analisou a situação do Peixe e saiu em defesa de Jesualdo“Estamos dando a nossa vida, trabalhando, mas as coisas precisam de tempo. Fizemos bom Brasileiro ano passado, mas método do Jesualdo é diferente", disse, analisando ainda o estilo do ex-técnico Sampaoli.


"Sampaoli era mais agressivo na marcação, Jesualdo não é tanto, mas ele já mudou um pouco essa semana a forma de trabalhar na pressão. pediu para sermos mais agressivos e fomos mais agressivos. Ele pediu para guardarmos esse segundo tempo para a gente para que a gente possa fazer um ótimo jogo no próximo final de semana”, comentou à TV Gazeta.


Apesar da derrota, o Alvinegro fez bom segundo tempo e Felipe já projetou o clássico: “Equilíbrio (foi o papo no vestiário). Não poderíamos sair daqui como o Santos saiu no ano passado. Infelizmente, o goleiro deles estava em uma tarde muito inspirada. Precisamos trabalhar muito e evoluir muito essa semana para ir bem no clássico”, finalizou.