​O ​Botafogo já tem novo técnico. E, ao que tudo indica, ele foi escolhido a dedo com o objetivo, também, de ajudar o clube a resgatar seus tempos de glória. Sim, Paulo Autuori, treinador campeão brasileiro com o Fogão em 1995, foi anunciado como o substituto de Alberto Valentim, demitido ainda no domingo.


Aos 63 anos, ele se encaixa na ideia de ter, no banco de reservas, alguém com extrema identificação junto à torcida. Muito embora Cuca fosse o preferido das arquibancadas, o mesmo se recusou a ouvir uma oferta, o que fez a direção logo pender para os lados de Autuori. O treinador, aliás, se encaixou na política proposta pelo Alvinegro, que fixou em R$ 200 mil o teto para o salário do profissional que seria contratado. Caso ele não aceitasse, Bruno Lazaroni, auxiliar permanente da comissão técnica, deveria ser alçado ao posto.



Autuori, que no ano passado atuou como superintendente de futebol do ​Santos, terá um bom período para treinamentos até sua estreia, uma vez que o Botafogo só volta a campo no dia 1º de março, diante do Boavista, na primeira rodada do segundo turno do Campeonato Carioca. Esta partida, inclusive, deverá marcar a estreia de Keisuke Honda com a camisa da equipe.


Para mais notícias do Botafogo, clique ​aqui.