Brasil: a indústria futebolística de jogadores! Nesta quinta-feira (30), o Lyon oficializou a compra do brasileiro Bruno Guimarães junto ao ​Athletico Paranaense. O clube francês pagou algo em torno de 25 milhões de euros (cerca de R$115 milhões) por 80% dos direitos econômicos e cinco anos de contrato.

Em meio aos erros e acertos, Bruno Guimarães chega ao Velho Continente com grande expectativa e altas ambições. O meia de 22 anos relevou que o ex-jogador e dirigente do Lyon, Juninho Pernambucano, foi crucial para o ​desfecho positivo da negociação e que também prometeu: fazê-lo o melhor volante do mundo.

Bruno Guimaraes

Bruno Guimarães é jovem, tem personalidade e muito potencial, no entanto, não há certeza de sucesso e muito menos de que ele vai se tornar o melhor da posição. O volante foi essencial para o Furacão em 2018 e 2019, e também tem sido importante para a Seleção Sub-23, mas ainda é cedo.


O Brasil tem vendido suas jovens revelações muito cedo e cada vez menos esses ‘destaques’ têm vingado e se firmado em seus compradores. Paquetá, Paulinho, Rodrygo, Vinícius Jr., Malcom, Guilherme Arana e uma infinidade de atletas que compõem uma lista imensa de “craques” que, até o momento, não corresponderam.


Bruno Guimarães

De todo modo, Bruno Guimarães é um jogador moderno e pode vir a ser o melhor do mundo. Quem apostaria que o Casemiro iria estar em um nível tão alto como está hoje? O mundo da bola só gira para frente e toda contratação tem seu risco. O camisa 39 é do ‘tipo’ de jogador que vale a aposta.