À procura de um lateral-esquerdo, o Palmeiras foca na contratação do Matias Vinã, do Nacional, do Uruguai. O jogador vem se destacando desde o ano passado e também está na mira do Milan, da Itália. No entanto, o clube Rossonero deseja tê-lo por empréstimo, algo que não agrada muito os dirigentes uruguaios. A forma de negociação do Verdão é de forma definitiva e, até por isso, os dirigentes palmeirenses estão confiantes em oficializar o reforço.


FBL-URUGUAY-NACIONAL-PENAROL

O jornalista ​Gus​tavo Zupak, da Rádio Globo, entrou em contato com o vice-presidente do Nacional, Alejandro Balbi, para buscar mais detalhes das tratativas. O dirigente abriu o jogo e colocou o Alviverde como favorito para levar o lateral. O cartola informou que se o valor da proposta subir um pouco mais, o jovem de 22 anos será jogador do clube paulista: “A proposta é séria e a consideramos responsavelmente. A Europa sempre interessa, mas se o Palmeiras melhorar um pouco, ele vai para aí”.


Como de praxe, os dirigentes do Verdão não divulgam as cifras da conversa, mas a expectativa é que a transação possa ser fechada até o começo do mês que vem. Luxemburgo coloca a chegada do lateral-esquerdo como prioritária; desde que chegou, o comandante pediu foco no mercado para buscar um jogador da posição. Os representantes de Matias Vinã enxergam com bons olhos a transferência.


O Palmeiras também deseja trazer um atacante de velocidade. Rony, do Athletico-PR, continua na pauta e a cúpula Alviverde espera uma resposta definitiva da diretoria do clube paranaense. Na semana passada, o acordo era dado como certo nos bastidores e o anúncio era tido como questão de tempo. Mas, o Furacão vem fazendo jogo duro e já não há uma certeza quanto ao futuro do atleta.