​Na Taça Kaiser de 2020, não teve pra ninguém: ​só deu Vasco da Gama. Honrando o município de Esmeraldas - situado na região metropolitana de Belo Horizonte -, o Cruzmaltino dominou amplamente o torneio e sagrou-se campeão com três vitórias incontestáveis, emplacando uma campanha de 14 gols anotados e somente um sofrido. Com justiça, a equipe comandada por Evandro Alves tomou conta das premiações individuais e da ​seleção da competição.


Mas para que o time de Esmeraldas saísse do Sesc Venda Nova com o troféu de campeão da Taça Kaiser, um longo caminho precisou ser percorrido. E ao longo desta trajetória, dar a volta olímpica tornou-se um gesto comum na rotina de jogadores e comissão técnica da equipe. Vamos relembrar?

Torneio Corujão: o 'cartão de visitas' e a consolidação

Competição bastante tradicional em Minas Gerais, o Torneio Corujão, organizado pela Globo, foi conquistado duas vezes pelo Vasco da Gama na última década. A primeira taça veio logo no ano de sua estreia na competição: 2016. Na ocasião, o time de Esmeraldas foi valente e bateu o Estrelado de Santa Luzia nas penalidades, após ficar no 1 a 1 durante o tempo normal. 


O bicampeonato veio em 2019, ano pra lá de especial para o Vasco da Gama. O enredo foi consideravelmente menos dramático em comparação à 2016, com o Cruzmaltino vencendo o Inter FC, de Belo Horizonte, por 3 a 1.


Copa Itatiaia: a credencial para voos ainda maiores

Se o Torneio Corujão é um dos 'estandartes' do futebol amador em Minas Gerais, o que falar da Copa Itatiaia, que chegará à sua 59ª edição em 2020? Trata-se de uma das competições mais importantes do futebol de várzea e o Vasco, neste seu 'ciclo virtuoso', também pode se orgulhar de tê-la conquistado. Em sua sala de troféus, existem três taças deste torneio, a mais recente delas datando de 2019. Sim, o ano especial.


Deixando para trás outros 30 participantes, Vasco da Gama e Nova Aarão Reis protagonizaram a grande decisão da temporada passada. Foi uma partida pra lá de emocionante, decidida no detalhe: 3 a 2 para o Cruzmaltino. Com a conquista, o time de Esmeraldas garantiu o seu 'passe livre' para o sonho nacional, a Taça Kaiser.

Chave de ouro: a conquista da Taça Kaiser​ 2020

Por sorteio, o Vasco da Gama foi destinado ao Grupo A da Taça Kaiser, na companhia do EC Fortaleza (Curitiba) e de seu 'velho conhecido', o Inter FC (Belo Horizonte). A estreia no torneio nacional se deu contra o rival local, uma das partidas mais aguardadas da Taça Kaiser, afinal, se tratava da reedição da decisão do Torneio Corujão de 2019. O que tinha tudo para ser um jogo equilibrado, acabou se tornando um 'passeio' cruzmaltino: 5 a 1, graças aos três gols de Luiz no segundo tempoA facilidade encontrada pelo Vasco diante o Inter FC se repetiu na segunda rodada, com novo 'show' particular de Luiz. O camisa 9 balançou as redes do EC Fortaleza quatro vezes e conduziu nova goleada de sua equipe, desta vez por 6 a 0.

Na grande decisão contra o América de Uberlândia, o Cruzmaltino encontrou um pouco mais de resistência, especialmente na primeira etapa. Voltando do intervalo somente com a vantagem mínima (1 a 0) no marcador, o Vasco aumentou o ritmo, se impôs fisicamente e construiu uma indiscutível vitória por 3 a 0, fechando com 'chave de ouro' o seu ciclo vitorioso. Agora, a pergunta que não quer calar é: vem mais por aí?