​O goleiro Cleiton, no momento, está com a seleção brasileira na disputa do Pré-Olímpico Sul-Americano. No entanto, após a competição, a tendência é de nem volte ao ​Atlético-MG. A negociação para uma transferência ao Red Bull Bragantino, que em um primeiro momento havia emperrado, avançou e deve ser sacramentada a qualquer momento, segundo apuração do ​Uol Esporte. Oportunidade para o jovem Michael, que foi muito bem e garantiu a vitória por 1 a 0 na estreia do time no Campeonato Mineiro, diante do Uberlândia.




Inicialmente, a bonificação que seria repassada aos empresários do jogador estava indefinida, o que fez com que a transação ficasse travada. Agora, isso já foi ajustado, com os agentes abrindo mão da bonificação e disponibilizando 10% dos direitos econômicos por 500 mil euros. Outros 4,5 milhões de euros seriam pagos ao Galo, que cederia 50% do jogador. No entanto, uma pequena fatia deste montante ficará com o Marcílio Dias-SC, que tem direito a um percentual por ser o clube formador do profissional e repassará outros 10%. Ou seja, o total da negociação ficará em 5 milhões de euros (cerca de R$ 23,2 milhões) por 70% dos direitos econômicos.



O Atlético-MG, equipe com a qual Cleiton, de 22 anos, tem contrato até dezembro de 2022, seguirá com 20% do goleiro, enquanto seu estafe permanecerá com os 10% restantes. Ou seja, uma futura venda poderá significar nova entrada de recursos. Cogitou-se deixar 5% com o Marcíio, que optou em receber mais dinheiro agora por conta de sua precária situação financeira.


Para mais informações do Atlético-MG, clique ​aqui.