​Cruzeiro venceu o Boa Esporte na noite desta quarta-feira (22), no Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro e deixou uma boa impressão aos torcedores. A atuação segura e com poucos sustos animou os adeptos da equipe celeste. Em fase de reconstrução, o clube mineiro entrou em campo com sete jogadores das divisões de base e outros três entraram no decorrer da partida.


A estreia no estadual marcou também o retorno do meio-campista Rodriguinho. O jogador não atuava desde o dia 26 de maio do ano passado devido a um sério problema na região lombar. Aos 31 anos, o meia precisou passar por duas cirurgias.


Em entrevista após a vitória cruzeirense por 2 a 0 sobre o Boa, Rodriguinho falou sobre a dificuldade de permanecer no clube. A diretoria e representantes vêm negociando, mas ainda não chegaram em um acordo. A expectativa é resolver toda a situação até o final de semana. Em paralelo, as especulações sobre seu futuro vão aumentando. Seu nome já foi vinculado a Internacional, Corinthians, Flamengo, Galo e até no Palmeiras.


"Então, em breve teremos uma definição disso aí. É difícil o momento que o clube vive, temos um contrato. Teoricamente, eles têm que cumprir. Vamos ver o que vai ser melhor para mim, para o Cruzeiro e vamos chegar a uma definição o mais rápido possível. Possibilidade sempre existe, mas tem que ver o clube está disposto a fazer, o que estou disposto a aceitar. Temos que sentar e chegar a um ponto comum.”, ressaltou em entrevista publicada pelo site ​GloboEsporte


O experiente meia recebeu as mesmas três opções que os demais jogadores: rescisão, readequação salarial ou empréstimo.

Rodriguinho

Rodriguinho ainda não tem seu futuro definido, mas aceitou entrar em campo enquanto as negociações acontecem. O jogador chegou ao Cruzeiro no início da temporada passada e tem mais dois anos de contrato. A diretoria celeste ainda precisa resolver pendências sobre o pagamento da transferência do meio junto ao Pyramids, do Egito.


O jogador acredita que existe a possibilidade de permanecer em Belo Horizonte, mas ressalta que tudo deve ser resolvido e bom para o clube e para o atleta. O meia ainda tem a receber salários atrasados, FGTS, direitos de imagem e férias.


Rodriguinho

“A gente está tentando chegar em um ponto comum, não é fácil. A gente sabe do momento que o clube vive, espero em breve, na próxima semana, chegar a um acordo e vamos ver o que terá pela frente”, completou. O próximo desafio de Rodriguino e Cruzeiro é no sábado (25), em Tombos, contra o Tombense, às 19h30 (de Brasília).