​É oficial. Thiago Neves não tem mais vínculo algum com o ​Cruzeiro. A rescisão contratual do atleta foi publicada no Boletim Informativo Diário da CBF (BID) e, a partir de agora, ele está liberado para assinar vínculo com qualquer outra equipe. 


Desde o final da temporada passada, já se sabia que o jogador não permaneceria na Toca da Raposa. O jogador foi eleito pela torcida como o principal vilão do rebaixamento à Série B, e o clima acabou insustentável. Além disso, seu alto salário também impedia qualquer novo acerto para a continuidade em Belo Horizonte.




Na tarde da última terça-feira, Cruzeiro e Thiago Neves participaram de uma audiência de conciliação na Justiça do Trabalho. Em dezembro, o meia-atacante acionou o clube cobrando R$ 16 milhões mais a rescisão indireta do contrato. No encontro, houve um avanço na tentativa de um acordo, e ficou definido que o vínculo seria interrompido. Com a camisa da Raposa desde 2017, o jogador disputou 152 partidas e ganhou os títulos do Campeonato Mineiro (2018 e 2019) e da Copa do Brasil (2017 e 2018). Ele está com 34 anos e tem a admiração, por exemplo, de Renato Portaluppi. O treinador, inclusive, reiterou que, se o profissional estiver focado, é diferenciado. Ou seja, não se pode descartar uma derradeira investida do Grêmio, que já tentou sua contratação no início de 2019. Inclusive, segundo o ​Uol Esporte, as negociações já estariam em andamento.


Para mais notícias do Cruzeiro, clique ​aqui.