Capitão da Seleção Olímpica do Brasil e uma das grandes revelações do futebol nacional em 2019, ​​Bruno Guimarães é um dos nomes mais 'badalados' no Velho Continente. Faltando menos de dez dias para o encerramento da janela de inverno, a disputa pela contratação do meio-campista de 22 anos se acirra, com dois grandes clubes despontando como principais candidatos a levar a joia.

​​A princípio, o clube que parecia liderar a 'corrida' pelo brasileiro ​era o Benfica, mas os valores demandados pelo Athletico Paranaense acabaram levando o maior campeão português a um redirecionamento de rota, focando esforços no 'plano B'Julian Weigl, volante de 24 anos que atuava no Borussia Dortmund. 


Com o Benfica fora do páreo, quem ganhou espaço nas tratativas pelo volante do Furacão foi o ​Arsenal, que abriu contatos pelo jogador ao longo da última semana. De acordo com fontes britânicas como o 'The Sun', o clube londrino estaria disposto a oferecer 26 milhões de libras pelo atleta (R$ 141 milhões), proposta forte e difícil de ser igualada.

Bruno Guimaraes

Contudo, no que ​depender do Lyon, a 'novela' envolvendo Bruno Guimarães está longe de acabar. O clube francês tem grande interesse na contratação do jogador e, de acordo com o '​L'Équipe' desta quarta (22), desponta na dianteira da acirrada disputa pelo moderno e talentoso volante. A fonte crava que as partes estão em conversas avançadas e que o negócio pode ser sacramentado já nos próximos dias.




No centro das especulações de mercado no Velho Continente, o jovem meio-campista tenta fazer o possível para não deixar o assunto atingir seu rendimento na Seleção, que disputa atualmente o pré-Olímpico na Colômbia: "Peço para meus empresários me passarem o mínimo possível sobre isso. Estou super focado aqui. Então, na real, eu esqueço para levar o Brasil para as Olimpíadas", afirmou.

Bruno Guimaraes