​Ariel Cabral tem tudo para ser mas um jogador a deixar o Cruzeiro. O volante, que já ficou de fora dos últimos treinos na semana passada, também não estará nas atividades na Toca da Raposa durante esta semana, uma vez que foi novamente liberado pelo clube ao pedir liberação para resolver problemas pessoais na Argentina.




O jogador é um dos nomes do plantel que, para permanecer na equipe mineira, precisa se adequar a uma nova realidade, com diminuição de salário. Até por isso, a tendência é de que siga tentando resolver seu futuro e buscando um novo destino para 2020. E, se isso se confirmar, o setor de marcação do meio-campo da equipe comandada pelo técnico Adilson Batista tende a ser um dos mais carentes, tanto que no último sábado, quando o Cruzeiro disputou jogo-treino contra o Guarani de Divinópolis (vitória por 1 a 0), os garotos Adriano, de 20 anos), e Edu, de 21, começaram a atividade.



Até o momento, somente três profissionais aceitaram receber menos para seguir vestindo a camisa cruzeirense: o goleiro Fábio, o lateral-direito Edilson e o zagueiro Léo. Na quarta-feira, a Raposa estreia no Campeonato Mineiro enfrentando o Boa Esporte, no Mineirão.


Para mais notícias do Cruzeiro, clique ​aqui