Diferentemente de como acontecia com Sampaoli, que sempre reclamava da falta de reforços no Santos, Jesualdo Ferreira sempre deixou claro que pretendia priorizar o uso dos jogadores da base e nunca pressionou a diretoria do ​Peixe sobre novas contratações. Internamente, o português disse que gostaria de contar com um lateral-esquerdo para iniciar o elenco do jeito que pretendia.


Ayrton Lucas

Nos últimos dias, o presidente santista, José Carlos Peres, intensificou a procura no mercado da bola e abriu negociação para contar com Ayrton Lucas, ex-Fluminense e atualmente no Spartak Moscou, da Rússia. A informação foi passada pelo “​Lancenet.” De acordo com o portal, o Alvinegro Praiano tentou um empréstimo até o final da temporada e os dois clubes iriam dividir os salários do atleta.


No entanto, os dirigentes russos não cogitam emprestar o brasileiro nesse momento e a forma de negócio que o Spartak deseja é negociá-lo em definitivo por valores girando em torno de 7 a 8 milhões de euros (R$ 32,3 milhões e R$ 36,9 milhões). O Santos considera as cifras bastante elevadas, mas ainda não desistiu do negócio e a expectativa é que mais uma rodada de conversas aconteça.


Desde a saída de Jorge, o clube paulista prioriza contratar um lateral-esquerdo e quer ter um jogador de um bom nível tecnicamente, que chegue para não sentir o peso da camisa e deslanchar na atual temporada. O treinador português prontamente aprovou a tentativa de ter Ayrton Lucas e é um dos grandes entusiastas para o possível reforço. Outra posição que o Peixe está de olho é um atacante e nomes estão sendo avaliados.