​Vem aí mais um Campeonato Gaúcho. E, mesmo que ​Grêmio e ​Inter estejam mais preocupados com a Libertadores da América, é praticamente impossível prever que o troféu que estará em disputa a partir do próximo dia 22 terá outro destino que não a galeria de um dos gigantes do futebol do Rio Grande do Sul.



FBL-LIBERTADORES-FLAMENGO-GREMIO


O Tricolor, atual bicampeão, mantém a base titular que é hegemônica no Estado há dois anos e, por isso, desponta como favorito. É bem verdade que as primeiras rodadas serão disputadas com o time de transição, mas a cobrança por uma boa campanha acontecerá igualmente por conta do investimento e da expectativa que se tem em cima destes jogadores. Com relação aos titulares, Renato Portaluppi tem o grupo na mão, os atletas já sabem o que o comandante espera deles. Sendo assim, quando começarem a ser utilizados, têm a obrigação de não decepcionar.


GRUPO 1GRUPO 2​
​Internacional​Grêmio
​Juventude​Aimoré
​Novo Hamburgo​Brasil de Pelotas
​Pelotas​Caxias
​São Luiz​Esportivo
​Ypiranga​São José


Já o Colorado, que não conquista a taça desde 2016, está sedento por uma volta olímpica neste que é um novo momento para o clube. A chamada reestruturação pelos lados do Beira-Rio dá lugar a um discurso otimista, e a chegada do treinador Eduardo Coudet mostra que o pensamento está voltado para as vitórias. Ninguém contrata um técnico estrangeiro simplesmente para ficar em evidência no mercado, e a expectativa é de que o argentino conduza o plantel a um novo patamar, quem sabe começando pela retomada da hegemonia regional.


Eduardo Coudet


Correndo por fora está o Juventude, que neste ano está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro - se junta ao Brasil de Pelotas, que passa por graves problemas financeiros. No entanto, se for para apontar um clube para surpreender, é o São José, de Porto Alegre, que aparece no topo desta lista após boa participação na Série C do Brasileirão.



FÓRMULA 


Os 12 times participantes estão divididos em dois grupos de seis. No primeiro turno, as equipes jogam dentro de suas chaves, cada uma entrando em campo cinco vezes. Os dois melhores de cada uma delas avançam, para a disputa de semifinal (1º de um grupo contra o 2º da outro e vice-versa) e final, ambas em uma partida. No segundo turno, há o cruzamento das chaves (seis partidas para cada time), e o formato para definir o vencedor segue o mesmo. Os ganhadores dos turnos decidirão o Gauchão em duas partidas. Caso um time conquiste os dois turnos, será declarado campeão. Já os dois últimos colocados na classificação geral do campeonato são rebaixados para a divisão de acesso em 2021.