​O Internacional é um dos clubes do futebol brasileiro que mais mudou a fotografia do elenco na comparação de 2019 com 2020. O Colorado se desfez de mais de 10 atletas que compunham o grupo de jogadores na temporada passada. A renovação passa também pela casamata, onde Eduardo Coudet assume e já comanda os treinamentos no CT Parque Gigante. Uma das maiores reformulações se deu no setor de ataque.


Luciano,Wellington Silva

Atletas como Rafael Sobis, Neilton, Tréllez e Guilherme Parede não fazem mais parte do elenco colorado. Sendo assim, poucos nomes remanescentes de 2019 já trabalham sob o comando de "Chacho" Coudet em Porto Alegre. Um deles, inclusive, está de malas prontas para deixar o clube. Segundo o site ​Revista Colorada, Wellington Silva poderá voltar ao seu clube de origem, o Fluminense.


No momento, as opções de ataque de Eduardo Coudet no Internacional são: Paolo Guerrero, William Pottker, os reforços Marcos Guilherme e Thiago Galhardo, que atuam como meia-atacantes e os garotos Netto e João Peglow. Sendo assim, com a iminente saída de Wellington Silva, o Colorado poderá mirar até dois reforços no mercado de transferências para o setor ofensivo da equipe. Segundo a Revista Colorada, o jogador não está nos planos do treinador argentino.


Além de uma possível reposição ao atleta de velocidade, o Inter também busca um reserva para o centroavante Paolo Guerrero. Em 2020, as ausências do peruano serão bastante sentidas, pois a seleção de seu país disputará várias rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, além da Copa América. O contrato de Wellington Silva com o Internacional vai até o meio da temporada.


​Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional