Nesta quinta-feira (9), Fernando Diniz indicou o jovem Lucas Perri como substituto do goleiro Tiago Volpi. Em 2019, o reserva imediato era Jean, no entanto o jogador teve o seu contrato suspenso após ser preso nos Estados Unidos acusado de ter agredido a esposa.


O treinador disse em entrevista que Perri seria o goleiro reserva antes mesmo do anuncio da decisão do Tricolor paulista em relação ao afastamento de Jean. Atualmente, o ​São Paulo conta com quatro nomes para o gol, sendo: Tiago Volpi, Lucas Perri, Júnior e Thiago Couto.

Diniz elogiou a escola de goleiros do tricolor e não deve pedir nenhum reforço para a posição. Jean tem vínculo com o São Paulo até 2022 e teve seu contrato suspenso até o final da temporada. O atleta de 24 anos não vai receber salários, nem nenhuma forma de indenização.


“Confio muito nos jogadores que temos aqui. O São Paulo tem escola de goleiros. Tem muitos jogadores que sempre são convocados. Estou confiante no que temos. Sobre o Jean lamento, porque não queremos isso pra ninguém. Infelizmente ele errou e está pagando pelo erro”, afirmou o treinador.


De acordo com o ​GloboEsporte.com, Jean não rescindiu o contrato com o São Paulo e pode ser negociado ao longo de 2020. O ​Ceará demonstrou interesse no atleta, mas recuou após recepção negativa da torcida. O goleiro não deve jogar mais com a camisa do clube paulista.