​O Atlético-MG via na atual janela de transferências a última chance de fazer dinheiro com Cazares, cujo contrato se encerra ao final de 2020. Por isso, uma venda do equatoriano era tratada como muito provável. No entanto, as propostas não chegaram, e o início da era Rafael Dudamel indica que o atleta tem tudo para ficar em Belo Horizonte e ser aproveitado pelo novo treinador.




Em sua apresentação ao grupo de atletas, o venezuelano destacou a importância de Cazares para o time, situação esta revelada pelo diretor de futebol Rui Costa em entrevista coletiva. O dirigente foi mais além. Disse ter visto um "brilho no olho" do gringo e garantiu que, se ele "quiser jogar", é sim um reforço para o clube. "O Cazares é um dos grandes jogadores do Brasil, talvez da América do Sul, e é do Galo. Temos que valorizar isso. Ele teve momentos bons e ruins no ano passado, mas tem qualidade técnica e vínculo com o clube", afirmou.



Muito embora, segundo apuração do ​Globoesporte.com, uma renovação ainda seja tratada como improvável, o que garantiria a chance de o meio-campista assinar um pré-contrato já na metade da temporada, a mudança de cenário é uma realidade. "Pode chegar uma proposta que seja extremamente satisfatória para o Galo? Pode. Mas para que ele saia, tem que ser realmente uma proposta importante, que justifique isso", completou Rui Costa. Com 204 jogos, Cazares é o estrangeiro que mais entrou em campo na história do clube. Além disso, soma 41 gols, um a menos que Lucas Pratto, jogador de fora do país com mais bolas na rede pelo Atlético-MG.


Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique ​aqui.