​O ​Palmeiras voltou aos trabalhos visando a temporada de 2020. A pré-temporada começou sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, que já coloca em prática métodos diferentes de treinamentos. Parte da torcida palmeirense ficou em dúvida quando a contratação do experiente treinador foi confirmada, mas Felipe Melo saiu em defesa do treinador em entrevista coletiva nesta quinta-feira (9).


Felipe Melo

O volante que poderá atuar como zagueiro defendeu Luxa e, para isso, citou até Lionel Messi. "Eu estava vendo crítica do pessoal que falou que é ultrapassado trabalhar na areia. E há dois dias eu vi o Messi postando um trabalho na areia para começar 2020 voando. As críticas existem de todas as partes. Mas não compactuo com elas. Nós sabemos do potencial do nosso treinador, a história por si só já diz o que representa", afirmou.


Sobre a possibilidade de atuar como zagueiro, o 'Pitbull' mostrou-se a disposição para ajudar o treinador. Jogador tem a missão de entender que ele deve jogar em outras posições quando necessário. Joguei em outras posições, na frente, atrás, de meia-atacante, inclusive atacante, zagueiro. Eu conversei com ele e me coloco à disposição para ajudar", relatou o atleta, que vinha atuando como primeiro volante em 2019.


Felipe Melo também falou sobre a supervalorização dos treinadores estrangeiros, e, mais uma vez, exaltou Vanderlei Luxemburgo. "Temos que dar mais valor ao Brasil, ao brasileiro, ao produto nacional. Ano passado, o (Jorge) Jesus fez excelente trabalho, ganhou títulos, Sampaoli não ganhou, mas fez bom trabalho. O Luxemburgo também fez um bom trabalho. As pessoas vêm de fora aqui e viram Deus e esquecemos os que os nossos fizeram por nós. E o Luxa é um deles", concluiu.