​Já é tradição! A cada final de ano, o jornal El País, do Uruguai, elege a seleção da temporada no futebol sul-americano. E o resultado de 2019 já é conhecido, com ​Flamengo e River Plate dominando as escolhas e um jogador do ​Grêmio se intrometendo no meio deles, muito por conta do que fez, também, com a camisa da seleção brasileira. É hora, então, de se conhecer este time!




Armani (River Plate)

Franco Armani

O goleiro, mais uma vez, liderou o time argentino rumo a uma final de Libertadores. Não ficou com o título, mas teve grande temporada.



Rafinha (Flamengo)

Rafinha

Voltou da Europa para desequilibrar. O lateral-direito está muito à frente dos companheiros de posição.



Rodrigo Caio (Flamengo)

Rodrigo Caio

Se parecia uma contratação arriscada, o zagueiro tratou de acabar com qualquer desconfiança. Fez a melhor temporada da carreira.



Pinola (River Plate)

Javier Pinola

Apesar do erro no gol que garantiu ao Flamengo o título da Libertadores, o zagueiro se mostrou capaz de anular grandes atacantes. Experiência é o que não falta.



Filipe Luis (Flamengo)

Filipe Luis

É lateral-esquerdo em nível de seleção brasileira. Sobra, e muito, dentro do continente sul-americano.



Enzo Pérez (River Plate)

River Plate v Club Atlético Estudiantes

É um volante que cabe em qualquer grande time. Raça e qualidade técnica se unem para formar um grande jogador.



Nacho Fernández (River Plate)

Ignacio Fernandez

O meia é desejado por grandes equipes. E isso, por si só, mostra o quanto ele é importante para o River Plate.



De Arrascaeta (Flamengo)

Giorgian De Arrascaeta

O meia uruguaio deixou o Cruzeiro, onde já era expoente, para brilhar ainda mais com a camisa do Flamengo. Valeu o investimento.



Everton (Grêmio)

FBL-LIBERTADORES-PALMEIRAS-GREMIO

O atacante brilhou no Tricolor e na seleção brasileira, sendo um dos grandes nomes da Copa América. Agora, tem lugar cativo com a amarelinha.



Bruno Henrique (Flamengo)

Bruno Henrique

O atacante foi praticamente imparável ao longo de 2019. Peça fundamental de um Flamengo que deu show.



Gabigol (Flamengo)

Gabriel Barbosa

Artilheiro do Campeonato Brasileiro, artilheiro da Libertadores. O camisa 9 foi decisivo em todos os momentos. O "hoje tem gol do Gabigol" nunca fez tanto sentido como em 2019.



Marcelo Gallardo (River Plate)

Marcelo Gallardo

A escolha do técnico talvez seja a que mais cause contestação. Muito embora Gallardo seja o condutor de um River Plate que vem dominando o continente sul-americano nos últimos anos, Jorge Jesus, do Flamengo, apareceu mais em 2019. Mas a eleição está feita e é preciso respeitar.