Estamos caminhando para o final da década de 2010, anos que serão lembrados com carinho pelo torcedor do ​Bahia, por sua consolidação como clube da elite nacional, conquistas regionais e participações em competições sul-americanas. Quem foi protagonista para esse período de sucesso? Elencamos o nosso XI ideal do Esquadrão, com base nos jogadores que vestiram a camisa tricolor entre os anos de 2010/19. Confira:

Marcelo Lomba

Marcelo Lomba

O goleiro atuou pelo Esquadrão por meia década (2011-2016), tendo disputado mais de 250 partidas com a camisa tricolor. Conquistou os estaduais de 2012 e 2014 pelo clube.


Nino Paraíba

Soteldo,Nino Paraiba

É o dono da lateral-direita desde a temporada passada e caminha para completar 100 jogos com a camisa do clube. É um dos pilares do elenco atual, por sua confiabilidade e qualidade.


​Titi

FBL-SUDAMERICANA-BAHIA-VALLEJO

​Zagueiro de potência, muita força e imposição física, está no futebol turco, mas é lembrado com saudade pelo torcedor baiano. Tem mais de 260 jogos disputados pelo clube nesta década e foi titular nas campanhas de título estadual em 2012, 2014 e 2015.


Tiago

FBL-SUDAMERICANA-BAHIA-BLOOMING

Foi um dos líderes desse 'renascimento' do Bahia a nível nacional, portando a braçadeira de capitão e liderando o sistema defensivo tricolor entre as temporadas de 2016 e 2018. Foi muito importante na conquista da Copa do Nordeste de 2017.


Ávine

Crédito da foto: Divulgação/Lance


Dedicou dez anos de sua carreira ao Bahia sendo um dos nomes mais importantes da campanha do Bahia na Série B de 2010, torneio pelo qual foi eleito o melhor lateral-esquerdo. Também integrou o elenco que conquistou o Estadual três vezes em quatro anos (2012/14/15).


Gregore

FBL-SUDAMERICANA-BAHIA-PARANAENSE

Assim como Nino Paraíba, o volante não tem tanto tempo de casa (duas temporadas), mas já é unanimidade entre os torcedores tricolores. Força, combatividade e espírito aguerrido o levaram ao posto de um dos melhores de sua posição no futebol brasileiro atualmente.


Maxi Biancucchi

Maxi Biancucchi

O argentino não prosperou no Flamengo, mas construiu anos bem sólidos vestindo a camisa do clube baiano. Conquistou dois Estaduais pelo Bahia (2014/15), aparecendo na seleção de melhores da competição em 2013 e 2015. 


Zé Rafael

FBL-SUDAMERICANA-BAHIA-BLOOMING

​Muito habilidoso e técnico, foi a principal engrenagem do Bahia no título da Copa do Nordeste em 2017 e grande destaque individual do time na temporada 2018, jogando demais na Copa Sul-Americana. Hoje, é um dos xodós da torcida do Palmeiras.


Anderson Talisca

Talisca

Yayá Talista é uma das principais revelações das categorias de base do Esquadrão nesta década e, apesar de ter rumado à Europa muito jovem, conquistou dois estaduais antes de se despedir do clube. Foi eleito o melhor jogador do Baiano de 2014.


Edigar Júnio

FBL-SUDAMERICANA-BOTAFOGO-BAHIA

Não é uma unanimidade técnica, mas ultrapassou com folgas a marca centenária de jogos pelo Esquadrão nas três temporadas que vestiu a camisa tricolor. Foi importante na conquista da Copa do Nordeste (2017) e no Baiano (2018), aparecendo na seleção dos dois torneios.


Fernandão

Crédito da foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

​O forte centroavante é uma febre entre os torcedores do Bahia. Adorado desde sua passagem pelo clube em 2013, teve sua contratação muito celebrada em 2019. Caminha para completar 100 jogos com o manto tricolor.


Técnico: Guto Ferreira

FBL-SUDAMERICANA-BAHIA-BLOOMING

Escolher um treinador do Bahia é uma tarefa difícil, já que o clube passou por diversas trocas de comando ao longo dos últimos dez anos. Roger Machado fez um grande trabalho em 2019, mas ainda precisa de mais tempo para se posicionar entre os melhores. Entre múltiplas passagens, Guto foi quem mais conquistou e deixou frutos importantes que são colhidos agora.