No último sábado (7), o Paris Saint-Germain visitou o Montpellier e venceu, de virada, por 3 a 1. Quem liderou a reviravolta emplacada pelo líder do Francês foi o brasileiro ​Neymar, autor de um belo gol de falta e uma assistência para tento de Kylian Mbappé. Mauro Icardi, que parece ter 'encaixado como uma luva' no time da capital, fechou o marcador.


​​O início da temporada foi de grandes dúvidas pairando sobre o ataque parisiense, muito em função da 'novela' de intertemporada envolvendo o camisa 10 e da lesão de Cavani. Hoje, no entanto, a trinca ofensiva do atual campeão francês é o ponto forte da equipe: os três são responsáveis por 28 dos 47 gols anotados pelo Paris na temporada 2019/20, considerando apenas os jogos pelo Campeonato Francês e pela ​Champions League.

Neymar Jr,Kylian Mbappe

Pouco a pouco, Neymar parece estar 'voltando aos trilhos' e tem conseguido performar em alto nível, exatamente o que dele se espera. Por sintonia, características e potencialidades, o camisa 10, ao lado de Mbappé, se torna ainda melhor: os dois dividem a responsabilidade criativa, os dois são ameaças de velocidade e drible... O maior protagonismo do camisa 7 fez Neymar crescer. O brasileiro não é mais a 'grife solitária' do grupo parisiense, downgrade de status que, ao menos neste início de 2019/20, parece tê-lo deixado mais solto.




Focados em jogar futebol - e nesse aspecto, Neymar é a maior 'ameaça' de desvirtuar do bom caminho -, a dupla parisiense se consolida como uma das mais poderosas e perigosas do futebol mundial. Infelizmente, é bastante improvável que vejamos 'Neymbappé' atingindo seu ápice de potencial juntos, tendo em vista que dificilmente estarão atuando juntos em 2021.

FBL-FRA-LIGUE 1-PSG-NANTES