No próximo domingo (17), o ​Bahia não terá um de seus principais jogadores em campo para encarar o ​Palmeiras, duelo válido pela rodada 33 da Série A. Convocado por André Jardine para defender a Seleção Olímpica no Torneio de Tenerife, o atacante Artur, de 21 anos, não poderá encarar o clube que detém seus direitos econômicos.​


Sua presença na lista de convocados da Seleção Olímpica coroa um ano que tem sido especial ao jovem jogador. Como destaca o ​Globoesporte, Artur ​​soma nove gols e dez assistências em 53 partidas disputadas com a camisa do Bahia, onde conseguiu emplacar sequência de jogo e reencontrar o bom futebol. O momento é de felicidade e de grandes sonhos para 2020.


"É um sonho de criança poder defender a seleção brasileira. Nessas últimas convocações fiquei naquela ansiedade para saber se estaria na lista ou não. Fico muito contente com essa oportunidade (...) Torci muito na última edição das Olimpíadas, com o Neymar marcando o último gol de pênalti. Com certeza, eu sonho em viver essa experiência também. Tenho trabalhado muito forte para isso. Fico feliz por ter sido convocado mais uma vez", vibrou.

Sua evolução técnica, tática e até mesmo física pelo Esquadrão já o colocam como 'nome certo' no planejamento do Palmeiras para a próxima temporada. Perguntado sobre qual camisa ele deseja vestir em 2020, o garoto mostrou maturidade na resposta, apesar da pouca idade: "Eu projeto estar em um lugar em que possa mostrar meu trabalho, ter uma boa sequência e poder ajudar a equipe. Que eu possa fazer números melhores do que nesta temporada, marcar gols, dar assistências, ganhar títulos... Quem sabe ir para as Olimpíadas, que é um sonho. São as melhores expectativas possíveis", concluiu.

Willian Arao,Artur