​Olha-se para o time do ​Bahia e se tem uma certeza: o atacante Artur é um dos principais destaques. E a sua performance ao longo do Campeonato Brasileiro, competição da qual pode ser considerado uma revelação, terá impacto direto em seu futuro. Emprestado pelo ​Palmeiras, o atacante de apenas 21 anos retornará ao clube paulista em janeiro e é considerado nome certo para a pré-temporada, que desta vez será incrementada com a disputa da Florida Cup, nos Estados Unidos.




Das 32 rodadas do Brasileirão disputadas até aqui, o jogador só não atuou em quatro (uma contra o próprio Verdão, por força de contrato). Sendo assim, somente o goleiro Douglas e o zagueiro Lucas Fonseca entraram em campo mais vezes. Com sua velocidade e atrevimento, mostrou futebol suficiente para receber sondagens do exterior e ser convocado para amistosos da seleção olímpica.



Trata-se, realmente, de uma volta por cima. No ano passado, Artur viveu momentos complicados, tendo que passar por duas cirurgias. Com isso, entre competições de base e do profissional, acumulou apenas nove aparições. Agora, o garoto faz despontar o seu talento. Bom para o Palmeiras, que é dono de seus direitos econômicos e, sim, precisa avaliar melhor este nome. Ruim para o Bahia, que necessita encontrar alguém no mercado para substitui-lo.