​Já são 50 gols de falta na carreira. A marca alcançada por ​Lionel Messi na goleada por 5 a 1 sobre o Valladolid, pelo Campeonato Espanhol, coloca o craque argentino em um seleto grupo de atletas que atingiram este feito. No total, são 44 bolas na rede pelo Barcelona e outras seis defendendo a seleção de seu país. Aproveitando o momento, relembramos sete gênios da bola que também ultrapassaram esta barreira, sempre lembrando que ​Juninho Pernambucano, com 77 gols de falta, é o líder desta lista em todos os tempos.



Marcelinho Carioca

Marcelinho Carioca,Gilmar

O ex-atleta brasileiro fez 59 gols de falta ao longo da carreira. Era difícil ver um dia em que o "pé de anjo" não estivesse calibrado.



Rogério Ceni

Rogerio Ceni

O maior goleiro artilheiro de todos os tempos também guardou a bola no fundo da rede cobrando falta em 59 oportunidades.



Zico

Zico

O Galinho de Quintino marcou época no Flamengo e na seleção brasileira. Considerado por muitos como o maior batedor de faltas da história do futebol brasileiro, marcou 62 vezes.



Diego Maradona

Diego Armando Marandona

Se Messi é maior que ele, nesta hora pouco importa. Com os pés, o ex-camisa 10 também era gênio e anotou 62 gols de falta ao longo de sua carreira.



David Beckham

FBL-PHI-BECKHAM

Era outro que parecia que colocava a bola com a mão. Se não atingiu o tamanho de outros jogadores pelo mundo, tem 65 gols de falta, o que com certeza coloca o inglês entre os grandes cobradores de todos os tempos.



Ronaldinho Gaúcho

FBL-BRA-ISR-SHALOM-LEGEND

Os belos gols de falta o ajudaram, e muito, a receber o apelido de "Bruxo". Leva, até hoje, os 66 gols de bola parada como um emblema de sua fantástica carreira.



Pelé

FBL-BRAZIL-PELE-BOOK

O Rei é o Rei. Marcou nada menos que 70 gols de falta.