A grande semana decisiva para ​Grêmio eFlamengo pela Copa Libertadores da América, enfim, chegou. Na noite da próxima quarta-feira (23), as duas equipes estarão frente a frente, no Maracanã, em busca de uma vaga na decisão do principal torneio do continente. Um dia antes, na terça-feira (22), River Plate e Boca Juniors decidem, na La Bombonera, o representante argentino da decisão que será realizada em Santiago.

Já no Rio de Janeiro, o Grêmio, que vem de duas derrotas seguidas na temporada - para Fortaleza e Bahia, no Brasileirão, se prepara em meio aos desfalques. Enquanto do lado flamenguista jogadores estão com boas possibilidades de retornar de lesão, o Tricolor Gaúcho ainda aguarda para saber se poderá contar com os meio-campistas Jean Pyerre e Luan, que não vêm treinando com o grupo.


FBL-LIBERTADORES-GREMIO-FLAMENGO

Por conta do elenco milionário e da vantagem de ​poder empatar em casa depois do 1x1 na Arena, em Porto Alegre, o Flamengo vem sendo apontado como favorito. Na tarde desta segunda-feira (21), em entrevista coletiva, Alisson foi questionado a respeito do assunto e mandou um recado, cobrando respeitou ao Grêmio, que está em sua terceira semifinal consecutiva de Libertadores. Para se classificar, os gaúchos precisam de uma vitória simples ou de um empate acima do 2x2


"A gente reconhece, não somos bobos, sabemos a qualidade que a equipe do Flamengo tem e o futebol que eles vêm jogando. Mas o Grêmio merece um pouco mais de respeito, sim, das pessoas de fora. Cada um tem sua opinião, a gente entende o lado do torcedor. Muita gente fala que o Flamengo já está na final, no Mundial também, assim como muitos falam que o Grêmio vai passar. Cada um tem sua opinião, mas, entre nós, no dia a dia, tentamos manter os pés no chão, como sempre foi, nos respeitando e nos ajudando aqui dentro para que possamos demonstrar novamente dentro do campo para nós mesmos que temos capacidade. Muitos de fora precisam ter um pouco mais de respeito pela camisa do Grêmio, porque o Grêmio é um clube gigante", destacou o meio-campista. 

Também nesta tarde, Bruno Cortez concedeu entrevista coletiva e relembrou o segundo tempo do jogo da ida, quando o Tricolor equilibrou o duelo na Arena e chegou a ser melhor na partida. "Grêmio está no terceiro ano chegando na semifinal. Do outro lado tem uma equipe qualificada. Nos deu muito trabalho no primeiro tempo, mas conseguimos equilibrar bem o jogo no segundo. Não tem motivação melhor estar em uma semifinal", disse o lateral.