​Foi por apenas 1 a 0, mas o São Paulo conseguiu superar o Avaí em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no estádio do Morumbi. O placar poderia ter sido mais elástico pois o ​Tricolor teve um jogador a mais desde os 23 minutos do primeiro tempo, quando Brenner foi expulso pela equipe catarinense. O time de Fernando Diniz teve ampla superioridade, mas não conseguiu traduzir em mais gols.


​​

Fernando Diniz

O técnico elogiou a criação da equipe, que teve 22 finalizações, e destas, sete foram no alvo. "Hoje o problema foi concluir em gol, tivemos muitas chances reais, o melhor jogador do Avaí foi (o goleiro) Vladimir. A criação ofensiva me agradou, faltou efetividade. O desempenho me agradou em parte do jogo, só nos 15 minutos finais que cometemos um erro que não se pode, que é achar que o adversário não poderia empatar. Eles tiveram duas oportunidades que a gente poderia estar amargando o empate", analisou.


Diniz também foi perguntado sobre a atuação de Alexandre Pato, que perdeu no mínimo duas chances claras de gol, e, em uma delas, até o goleiro da equipe catarinense já estava batido. "Se o Pato faz os gols a gente contaria outra história, foi circunstancial hoje. A gente confia nele e sabe que ele pode reverter, que as bolas podem começar a entrar a qualquer momento", afirmou, depositando confiança no atleta.


O técnico seguiu defendendo o jogador do São Paulo e exaltando suas qualidades. "Ele  (Pato) dispensa comentários, estamos tentando dar todas as condições para que consiga ter a efetividade que sempre teve, sabemos que ele está sendo cobrado pela falta de gols. Hoje se movimentou, deu opção, ajudou na marcação, faltou colocar uma ou duas para dentro", concluiu. Com os adversários tropeçando na rodada, o Tricolor subiu para a quarta posição, com 46 pontos ganhos.