​Thiago Neves e torcida do ​Cruzeiro, realmente, estão em lados opostos. Enquanto as arquibancadas enxergam no meia um dos responsáveis diretos por gerar uma desunião dentro do vestiário, o atleta tenta seguir uma vida “normal”. Mas não consegue. Exemplo disso é o que aconteceu no último domingo, quando estava de folga.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!




Como destaca a ​coluna De Primeira, o atleta estava de folga e iria a uma festa de pagode em Belo Horizonte. No entanto, os próprios organizadores do evento pediram ao meio-campista que não comparecesse por conta do receio de algum tumulto. Existe o temor de que torcedores cruzeirenses fizessem cobranças ao profissional de 34 anos ou até mesmo que houvesse alguma discussão com atleticanos. Thiago Neves entendeu a situação e acabou não comparecendo.



O Cruzeiro vive uma crise institucional sem precedentes, o que se reflete dentro das quatro linhas. Com apenas 21 pontos em 24 partidas, o clube ocupa a 18ª colocação no Campeonato Brasileiro. Para sair da zona de rebaixamento, precisa de, no mínimo, duas rodadas. No próximo domingo, a Raposa enfrenta a lanterna ​Chapecoense, em Santa Catarina.


Para mais notícias do Cruzeiro, clique ​aqui.