​Vagner Love será o centroavante titular do Corinthians contra a Chapecoense, nesta quarta-feira, em ​jogo adiado da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, o reserva Mauro Boselli nunca foi uma ameaça tão grande ao rival, como agora está sendo, em seus nove meses de Timão.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!




O argentino, até o momento, não mostrou em campo o futebol esperado pela Fiel. Mas nos últimos jogos passou a ganhar mais oportunidades, inclusive começando algumas partidas, e se colocou como um postulante real a uma vaga na equipe comandada pelo técnico Fábio Carille. No Brasileirão, inclusive, tem média de gols superior a Love, o que mostra também o quanto vem evoluindo. Nos últimos nove jogos em que entrou em campo, sendo seis como titular, ele balançou as redes em quatro oportunidades. Além disso, foi do gringo a assistência para Ralf garantir o triunfo por 1 a 0 sobre o Vasco da Gama no final de semana.



Independiente del Valle v Corhinthians - Copa CONMEBOL Sudamericana 2019

Como mostram os dados do Footstats, Boselli precisa de 216 minutos para marcar um gol no Nacional (foram três gols em 649 minutos), enquanto Love necessita de 221 (cinco em 1.109). O argentino também já deu dois passes para gol de companheiros, enquanto o brasileiro, que leva a melhor em dribles e passes, está zerado. Carille descartou, ao menos para o duelo deste meio de semana, que os dois atuem juntos. Ou seja, tudo indica que a disputa por posição está aberta. E muito aberta.


Para mais informações do Corinthians, clique ​aqui.