​Após longa espera, as semifinais da ​Libertadores 2019, enfim, chegaram. E para abri-las com chave de ouro, nada melhor que o superclássico argentino, duelo pesadíssimo entre duas das maiores equipes do continente. O sonho do bicampeonato consecutivo do River e o desejo de vingança do Boca, derrotado pelo arquirrival na decisão passada, apimentam ainda mais o já quente confronto. Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre este jogo:

 

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!


​​Ficha técnica e onde assistir


Ficha técnica:​River Plate x Boca Juniors
Motivo:​Jogo de ida da semifinal da Libertadores 2019
Data:​01/10/2019
Hora:​21h30 (de Brasília)
​Local:​Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires (ARG)
​Árbitro:​Raphael Claus (BRA)
VAR:​Nicolás Gallo (COL)
​Onde assistir:​SporTV


Prováveis escalações


Cristian Ferreira

Ainda comandado pelo excelente Marcelo Gallardo, o River Plate entra em campo com boa parte do time que sagrou-se campeão na edição de 2018. Duas são as ausências de peso para os Millonarios neste jogo de ida: o volante Leonardo Ponzio e o meia Juan Quintero. De La Cruz e Lucas Pratto, que apresentavam problemas físicos, estarão à disposição.


Pelo lado do Boca Juniors, o treinador Gustavo Alfaro tem 'dúvidas boas' para montar seu time titular para o clássico, afinal, não tem baixas para o confronto. Paolo Goltz, Danielle de Rossi e Eduardo Salvio, que preocupavam a comissão técnica, aparecem entre os relacionados e brigam por posição no XI inicial.


Provável River:Armani; Montiel, Martínez Quarta, Díaz, Casco; Enzo Pérez; Ignacio Fernández, Palacios, Nicolás De La Cruz; Matías Suárez e Lucas Pratto (Borré).
​Provável Boca:​Andrada; Weigandt, Lisandro López, Izquierdoz, Emmanuel Más; Iván Marcone, Capaldo; Soldano, De Rossi, Alexis Mac Allister; Hurtado (Tévez).

Nosso palpite


Sebastian Villa,Milton Casco

Atual campeão continental, o River não vive sua melhor temporada sob comando de Gallardo, oscilando bastante e somando aproveitamento total bem inferior em comparação ao Boca de Alfaro. O clube xeneize, por sua vez, se fortaleceu em comparação ao ano passado, com reforços importantes como Danielle de Rossi. O momento do Boca é levemente superior, mas a força do Monumental deve equilibrar as ações neste jogo de ida, deixando tudo em aberto para o confronto decisivo do dia 22 de outubro.


Palpite final: River Plate 1 x 1 Boca Juniors