​Dono de um dos melhores elencos do mundo há algumas temporadas, o Manchester City tem seguido à risca a cartilha de rodar escalação, promovendo 'reservas' nas Copas e utilizando os titulares em partidas da Premier e da ​Champions League. Apesar do sistema funcionar bem e render frutos - em 2018/19, o clube conquistou as três taças nacionais que disputou -, alguns jogadores obviamente ambicionam 'subverter' o status que ocupam. O atacante Gabriel Jesus é um deles, e seus números justificam seu desejo pela titularidade no time.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

FBL-ENG-PR-MAN CITY-TOTTENHAM

​​O brasileiro soma 46 gols em 106 jogos disputados com a camisa do Manchester City, boa parte deles vindo do banco de reservas. Tal estatística (0,46 gol/partida) é espetacular para um centroavante com status de reserva, e ele sabe disso. Não à toa, já confessou sua insatisfação com a pouca minutagem, apesar de respeitar seu companheiro de posição e titular absoluto, Sergio Agüero.


O argentino é o maior goleador da história do City e também o jogador estrangeiro com mais tentos na história da Premier League, retrospecto que dificulta a missão de ​Gabriel Jesus. Aos 31 anos, o camisa 10 segue rendendo em altíssimo nível e raramente dá brechas para questionarem sua titularidade. O brasileiro, ao que tudo indica, vem sendo preparado para assumir o 'bastão' quando Agüero pendurar as chuteiras, mas há quem acredite que Jesus não irá esperar isso acontecer.

Gabriel Jesus

Aos olhos de Pep Guardiola, seus dois centroavantes lhe garantem grandezas e características distintas, o que é indiscutível. Agüero, apesar de vestir a 10, é um legítimo nove: impecável no posicionamento e letal nas finalizações e conclusão de jogadas. Gabriel batalha mais, sai mais da área e cria espaços para outros jogadores serem protagonistas. A forma como o City vem gerenciando seus dois talentos se justifica, afinal, não se barra um grande ídolo que segue entregando performance e resultado. Contudo, pensar no longo prazo é importante e Gabriel, sem dúvida, é o futuro.