​Protagonista nos últimos mercados, o Manchester City já estuda a possibilidade de fazer uma investida importante na próxima janela de inverno, em janeiro de 2020. As grandes transações costumam ser realizadas no início de cada temporada (verão), contudo, uma série de lesões/baixas no sistema defensivo levou o clube inglês a cogitar uma contratação emergencial para preencher o setor.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

​​De acordo com a apuração da ​90min britânica, o Manchester City levantou uma lista de três potenciais alvos e possivelmente fará proposta oficial por um deles em janeiro. O favorito do momento é o zagueiro Rúben Dias, de 22 anos, atleta do Benfica que já soma convocações para a seleção principal de Portugal. Recentemente, o defensor esteve no radar do United, mas acabou renovando seu contrato com o clube português até 2024.

FBL-EUR-C3-BENFICA-EINTRACHT

Lukas Klostermann (RB Leipzig) e Dael Fry (Middlesbrough) são os outros dois jogadores monitorados pelos Citizens. O primeiro citado chama muita atenção de Pep Guardiola por sua polivalência, afinal, é lateral-direito de origem e pode fazer diversas funções na linha de defesa. Seu contrato com o clube alemão vence em junho de 2021, cenário que coloca sua contratação em patamar mais 'acessível' em comparação à Rúben Dias.



Neste exato momento da temporada, o City vive uma verdadeira 'crise' de zagueiros, tendo que improvisar Fernandinho para conseguir preencher a zaga. Laporte e Stones estão lesionados e desfalcarão a equipe de Manchester por longo período, restando apenas Otamendi como zagueiro de origem à disposição de Guardiola.

Nicolas Otamendi