​Na última sexta-feira (20), representantes dos clubes das Séries A e B se encontraram com representantes da Globo, emissora que detém os direitos de transmissão das competições nacionais, para um encontro institucional entre parceiros comerciais. A ocasião, no fim das contas, acabou se transformando em um ambiente de debate sobre o atual formato da política de cotas de TV e prazos para quitação dessas fatias do pay-per-view.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

​​De acordo com a apuração do ​Blog do Rodrigo Mattos, a principal reivindicação dos clubes brasileiros girou em torno dos prazos para a quitação dessas fatias do PPV, já que houve uma alteração em relação ao cronograma original. Os pagamentos estão sendo, em sua maioria, concentrados no segundo semestre. Alguns clubes alegam que este planejamento gerou déficits/atrasos prejudiciais na primeira metade da temporada.


Outro questionamento que partiu de dirigentes de clubes foi o fato de que, em 2019, só serão pagos sete meses referentes a pay-per-view, apesar de tradicionalmente serem pagos nove meses. A resposta da emissora é que os nove serão completados, mas com parcelas sendo quitadas somente nos primeiros meses do próximo ano.

Ricardo Oliveira,Emerson Santos