FBL-ESP-LIGA-FRA-REALMADRID-ANCELOTTI-MOURINHO

Os 10 treinadores que mais gastaram na história no mercado de transferências

Os técnicos estão sempre buscando os melhores reforços no mercado. E, em mais de uma ocasião, os clubes não hesitaram em desembolsar grandes quantias para atender aos desejos de seus treinadores.


Veja a seguir quem são os 10 técnicos que mais gastaram em contratações na história do futebol, de acordo com dados do Transfermkt


10. Unai Emery: 753 milhões de euros

A décima posição é ocupada por Unai Emery. O técnico espanhol dirigiu vários clubes desde que iniciou sua carreira em 2004, mas foi por Sevilha, PSG e Arsenal, onde fez seus maiores investimentos. A contratação de Neymar (222 milhões) pela equipe francesa veio com Emery no banco do Parque dos Príncipes.
No total, seu montante gasto é de 753 milhões em 63 jogadores contratados. 

9. Rafa Benítez: 753 milhões de euros

Desde que iniciou sua carreira como treinador em 1993, Rafa Benítez passou por vários clubes nos quais fez 92 contratações, gastando também 753 milhões de euros. Benítez passou pelo banco de reservas de vários gigantes da Europa e atualmente está no Dalian Yifang da Superliga Chinesa. 

8. Claudio Ranieri: 801 milhões de euros

Claudio Ranieri é um dos treinadores mais veteranos e está em campo desde que sua carreira começou, em 1986. O italiano investiu um total de 801 milhões de euros para fazer 95 contratações em clubes como Napoli, Valencia, Chelsea, Juventus e Roma.  

7. Roberto Mancini: 802 milhões de euros

O atual treinador da seleção italiana estreou como técnico em 2001 e, desde então, contratou 79 jogadores para suas equipes, gastando um total de 802 milhões de euros. Mancini passou pelos bancos da Fiorentina, Inter de Milão e Galatasaray, mas seus maiores investimentos ocorreram no Manchester City, onde contratou Agüero (40 milhões) e Edin Dzeko (37). 

6. Arsene Wenger: 964 milhões de euros

O veterano técnico francês se aposentou em 2018, após 34 anos de carreira. Durante todo esse tempo, Arsene Wenger investiu 964 milhões de euros em 103 jogadores, sendo o técnico da lista que mais contratou até o momento, a maioria pelo Arsenal.

5. Massimiliano Allegri: 1 bilhão de euros

O treinador italiano conseguiu alcançar a marca de 1 bilhão de euros, distribuídos em 87 contratações. Allegri iniciou sua carreira como técnico em 2003 e, desde então, treinou apenas clubes de seu país. Em maio, a Juventus anunciou sua saída, ao final da temporada. 

4. Manuel Pellegrini: 1,1 bilhões de euros

O técnico chileno passou por várias equipes entre as quais se destacam River Plate, Villarreal, Málaga, Real Madrid e Manchester City, sendo nessas duas últimas, onde os maiores investimentos foram feitos. Durante seu período no time espanhol, desembarcaram no Santiago Bernabéu Cristiano Ronaldo (94 milhões) e Kaká (67). Já no Manchester City seu maior investimento foi Kevin de Bruyne (76). 

3. Pep Guardiola: 1,2 bilhões de euros

Em terceiro lugar, com um gasto de 1,2 bilhões de euros e 52 contratações realizadas, está Pep Guardiola. Nessa temporada, o treinador do Manchester City gastou 168 milhões em jogadores como Rodri (70 milhões) e João Cancelo (65). Já nas temporadas anteriores, também no comando do time inglês, as contratações de Riyad Mahrez (67,8 milhões) e Aymeric Laporte (65), chamaram atenção.

2. Carlo Ancelotti: 1,2 bilhões de euros

Na segunda posição está Carlo Ancelotti, também com uma despesa de 1,2 bilhões de euros, mas neste caso, a quantia foi gasta em 85 jogadores. O italiano iniciou sua carreira como técnico em 1995 e passou pela Juventus, Milão, Chelsea, PSG, Real Madrid e atualmente está no Napoli.

A contratação mais cara feita por Ancelotti foi a de Gareth Bale para o Real Madrid, em 2013, na qual foram pagos 101 milhões de euros.

1. José Mourinho: 1,6 bilhões de euros

Na primeira posição está José Mourinho, o treinador que mais gastou no mercado de transferências: 1,6 bilhões de euros em 97 jogadores. O técnico português começou sua aventura nos campos em 2000 e atualmente está sem equipe, após ter sido demitido do Manchester United.
Durante seu primeiro ano no banco do time inglês, os Red Devils desembolsaram 120 milhões de euros pelo francês Pogba, tornando-se a contratação mais cara da história na ocasião.