​Com uma primeira etapa avassaladora, o ​Grêmio precisou de apenas 45 minutos para construir vitória de 3 a 0 sobre o Goiás no domingo (15), terminando o primeiro turno do Brasileirão em curva positiva e já vislumbrando se posicionar entre os seis primeiros colocados. Um dos destaques da partida foi Jean Pyerre, garoto que vem ganhando cada vez mais moral no clube e entre os torcedores tricolores.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Com uma batida firme e cheia de efeito de fora da área, o meia superou Tadeu e anotou uma verdadeira pintura na Arena do Grêmio, tento que abriu os caminhos para a vitória tricolor. Em entrevista concedida após a partida, Jean Pyerre confessou que o golaço foi bastante festejado, mas também gerou 'puxões de orelha' de seus companheiros de time.


"Todos me parabenizaram, mas me xingaram também. Disseram: viu, você tem que chutar mais no gol. Às vezes nem eu acredito em mim, e eles acreditam. Me cobram, mas é uma cobrança boa. Fico muito feliz", contou o meia, em entrevista pós-jogo.

Como destaca o ​UOL Esportes, o pedido por mais finalizações de fora da área também parte de Renato Gaúcho, um dos principais responsáveis pelo nítido amadurecimento do meia. Entre conselhos e respaldo, o treinador tem conseguido extrair a melhor versão de Jean, incentivando demais suas finalizações de média distância. Pouco a pouco, o garoto vem se consolidando como um dos jovens mais promissores em ação na Série A.


"Não só pelo gol, mas ele vem se destacando a cada jogo. Trabalhamos bastante com ele, corrigimos erros, passamos confiança. Eu passei por isso quando fui jogador também, é nosso trabalho lapidar os jogadores que vem da base. Procuramos formar jogadores para nos ajudar no profissional, e se tiver uma venda no futuro, ajudar o clube financeiramente", disse Renato.

Jean Pyerre