O torcedor palmeirense tem motivos para se orgulhar do seu estádio. O Allianz Parque, com capacidade para cerca de 43 mil torcedores, é um dos pontos fortes do ​Palmeiras nos últimos anos, sendo palco de títulos como a Copa do Brasil de 2015 e os Campeonato Brasileiros de 2016 e 2018. Como nesta semana, o estádio do rival, Corinthians, foi alvo de polêmica quanto às dívidas, o assunto do Allianz voltou a ser discutido nos programas esportivos.



Palmeiras v Atletico PR - Brasileirao Series A 2019

O comentarista Neto relatou nesta sexta-feira (13), no programa 'Os Donos da Bola', na TV Bandeirantes, que o Palmeiras fez um grande negócio com relação ao seu estádio, o Allianz Parque. "A verdade, é que o babaca aqui ficou tirando sarro quando o Palmeiras foi jogar no Pacaembu, mas eu falei para dar audiência. O único time que fez um baita de um negócio foi o Palmeiras", afirmou o apresentador.


"Ainda ganham dinheiro quando vem Sandy e Júnior cantar", relatou, com relação aos shows musicais que são realizados na Arena palmeirense, devidamente preparada para receber eventos além do futebol. A polêmica é com relação ao estádio do rival, Corinthians, que terá sua dívida de cerca de R$ 500 milhões executada pela Caixa Econômica Federal. A Allianz, que 'batiza' a Arena do Alviverde, paga cerca de R$ 15 milhões por ano apenas para relacionar a marca ao estádio.


A WTorre, construtora responsável pela reforma da casa palmeirense, gastou aproximadamente R$ 630 milhões na obra. Por isso, a empresa levará os lucros de estacionamento, camarotes, alimentação e patrocínios por 30 anos, que começaram a ser contados a partir da data de reinauguração do estádio, em 2014. O Alviverde lucra com bilheteria, número que chegou a casa dos R$ 126 milhões na temporada de 2017, segundo estudo da época feito por uma consultoria a pedido do jornal O Estado de São Paulo.


Foto de capa: Reprodução / TV Bandeirantes