Na estreia Daniel Alves e do espanhol Juanfran, oSão Paulo venceu o Ceará, por 1x0, com gol do brasileiro que vestiu a braçadeira de capitão na conquista da Copa América, na tarde deste domingo (18),no Morumbi. Agora, a equipe volta a campo no meio de semana, visitará o Athletico-PR, na quarta-feira (21), às 19h15min (de Brasília), em jogo atrasado da 13ª rodada. Para o duelo, o técnico Cuca terá que 'quebrar a cabeça' para escalar o time titular.

Diante do Ceará, o Tricolor Paulista perdeu dois jogadores por suspensão. O zagueiro Bruno Alves e o atacante Everton estavam pendurados e receberam o terceiro cartão amarelo no Brasileirão. Os dois jogadores, no entanto, não serão os únicos problemas de Cuca. Contando os atletas que tratam lesões e problemas físicos, o São Paulo pode ter até sete desfalques contra o Furacão.


Carlos Sanchez,Joao Rojas

Entre os casos mais graves está o do meia-atacante Joao Rojas (foto), que não atua há cerca de 10 meses, o equatoriano, que sofreu uma ruptura nos ligamentos do tendão patelar do joelho direito no ano passado, sofreu uma nova lesão, desta vez no tendão quadricipital, e terá que passar por nova cirurgia. O atacante Pablo se recupera de lesão nos ligamentos do tornozelo direito, enquanto o "profeta" Hernanes teve uma lesão muscular.

Os outros dois problemas no clube são Toró, com um pequeno estiramento muscular, e Alexandre Pato, que sofreu uma lesão na coxa. Em entrevista coletiva ainda no Morumbi, Cuca praticamente descartou a volta do atacante na quarta-feira. "O Pato teve um problema, não treinou a semana toda. Acho pouco provável (que retorne contra o Athletico)", disse. Sem a dupla, Helinho e Vitor Bueno aparecem como opções para entrar no time. Já na defesa, Arboleda cumpriu suspensão contra o Ceará e retorna para atuar ao lado Anderson Martins.