​Apelidado de 'Liga das Estrelas', o Campeonato Espanhol tende a reforçar esta alcunha em 2019/20, afinal, concentrou as principais contratações desta janela de verão na Europa. Para você que se perdeu em meio de tantas negociações e especulações, a ​90MiN traz para você um guia resumido das principais novidades que estarão na competição, bem como seus favoritos, azarões e candidatos à queda. Confira:


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Principais chegadas/saídas

Eden Hazard

Como é de costume, a janela de verão na Espanha foi agitadíssima e movimentou cifras muito altas, com potencial para mais dependendo de qual será o futuro de Neymar. Os principais protagonistas do mercado, ao menos até aqui, foram os três gigantes do país: Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid, com destaque especial para o time colchonero, que emplacou uma renovação/rejuvenescimento de elenco muito interessante para 2019/20. Os dois rivais da Andaluzia, Sevilla e Betis, também chamaram atenção pelo arrojo neste mercado. .


Chegadas notáveis: Eden Hazard (Real Madrid), Antoine Griezmann (Barcelona), João Félix (Atleti), Nabil Fekir (Betis), Luuk de Jong (Sevilla), Ferland Mendy (Real Madrid), Frenkie de Jong (Barcelona), Rony Lopes (Sevilla), Éder Militão (Real Madrid), Héctor Herrera (Atleti), Renan Lodi (Atleti), Rodrygo (Real Madrid), Luka Jovic (Real Madrid), Kieran Trippier (Atleti), Alberto Moreno (Vilarreal), Felipe (Atleti), Cillessen (Valencia), Neto (Barcelona);


Saídas notáveis: Rodri (Atleti/Manchester City), Pablo Sarabia (Sevilla/PSG), Dani Ceballos (Real Madrid/Arsenal), Diego Godín (Atleti/Internazionale), Malcom (Barcelona/Zenit), Giovani Lo Celso (Betis/Tottenham), Ben Yedder (Sevilla/Monaco), Filipe Luís (Atleti/Flamengo), Pau López (Betis/Roma), Lucas Hernández (Atleti/Bayern, Mateo Kovacic (Real Madrid/Chelsea);


Luta pelo título

Koke,Ivan Rakitic

Diferentemente do que tivemos na edição de 2018/19 - onde o Barcelona foi campeão com inúmeras rodadas de antecedência -, projeta-se uma temporada de bastante emoção em solo espanhol. O clube catalão segue com status de favorito ao título, por contar com ​Lionel Messi, por ter mantido a base do elenco campeão e por ter adquirido grandes peças, como Frenkie de Jong e Griezmann. Contudo, os dois grandes da capital certamente farão frente ao rival culé em 2019/20: o Real com seu mercado estrelado e Zidane de volta, desta vez recomeçando um trabalho no início da temporada; e o Atlético de Madrid com sua leva de garotos bons de bola, mesclando bem juventude e experiência (Koke, Diego Costa, Giménez...)


Fique de olho neles!

FBL-ESP-FRA-BETIS

Na briga pelo posto de 'quarta potência' da Liga 2019/20, três são os times que se projetam como candidatos: Sevilla, Betis e Valencia. Todos eles fizeram boas campanhas na temporada passada e ainda conseguiram reforçar os seus elencos em bom nível, especialmente os dois clubes da região da Andaluzia. Luuk de Jong, Óliver Torres, ​Rony Lopes e Lucas Ocampos são alguns dos nomes interessantes que vestirão a camisa do Sevilla, enquanto seu arquirrival buscou Nabil Fekir, Juanmi e Borja Iglesias neste mercado. Por fim, o Valencia aposta em sua base de jovens espanhóis valiosos, como Carlos Soler, Ferran Torres e José Gayà, juntos de atletas mais experientes como Gonzalo Guedes, Rodrigo, Garay e Parejo.


Candidatos ao rebaixamento

FBL-ESP-POLICE

Três são os rebaixados em La Liga, e a disputa para não cair nesta temporada promete ser acirrada. Além dos recém-promovidos Granada, Osasuna e Mallorca, alguns clubes que passaram aperto em 2018/19 seguem em baixa e abrem a nova temporada sob holofotes negativos: Valladolid e Levante. O Celta de Vigo, que conseguiu se manter na elite nacional por apenas quatro pontos, fez um mercado decente e tem tudo para passar pela competição sem sustos, mas também sem maiores ambições.


Datas e duelos da primeira rodada

Transmissão no Brasil: os fãs de futebol espanhol em solo tupiniquim poderão acompanhar as emoções de La Liga através dos canais ESPN e Fox Sports. As duas emissoras dividem os direitos de transmissão, com cinco jogos por rodada sendo exclusivos da plataforma Fox Premium (serviço separado da Fox) .