​Na manhã deste sábado (10), o Manchester City entrou em campo para encarar o bom time do West Ham, em duelo válido pela primeira rodada da ​Premier League 2019/20. Mesmo fora de casa diante de um rival qualificado - apontado como potencial candidato à vaga na Liga Europa para a próxima temporada -, o atual bicampeão inglês simplesmente 'passou o carro' no rival londrino, goleando por 5 a 0 sem fazer muita força.  


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Raheem Sterling

​​O City só encontrou alguma resistência nos primeiros 20 minutos de jogo, mas quando abriu o placar com Gabriel Jesus aos 25', passou a ser absoluto no duelo. O baile azul em Londres foi comandado pelo atacante Raheem Sterling, autor de três gols. Apesar de sua ausência entre os indicados ao prêmio ​'FIFA The Best', o inglês de 24 anos foi, sem dúvida, um dos grandes destaques individuais da temporada passada, alto nível de desempenho que parece disposto a repetir em 2019/20.


Não apenas o jovem atacante dá sinais de que caminha para mais um ano de excelência, mas também o time como um todo. Reforçado com Rodri e João Cancelo, o City pôde 'se dar ao luxo' de iniciar a partida com Agüero, Bernardo Silva e Gündoğan no banco de reservas, sem isto causar nenhuma defasagem técnica dentro das quatro linhas. Apesar da perda de Leroy Sané - sofreu lesão grave no joelho durante pré-temporada -, é provável que este seja o City mais forte já comandado por Pep Guardiola, sendo inevitável cravá-lo como mais uma vez favorito a tudo no âmbito nacional. 

FBL-ENG-PR-WEST HAM-MAN CITY

A única equipe teoricamente capaz de fazer frente ao Manchester City nesta edição da Premier League é justamente quem vem 'batendo na trave' nos últimos anos: o Liverpool. Contudo, a falta de movimentações de impacto no mercado dos Reds aumentou um pouco a distância de qualidade e profundidade entre os dois elencos, com o atual campeão da ​Champions League tendo menos peças de qualidade em seu banco de reservas.