Além dos laterais-direitos Juanfran e Daniel Alves, outro nome no Tricolor Paulista pode chegar do exterior mesmo com a janela de transferência fechada no final final do mês de julho. No entanto, o ​São Paulo sabe que não será uma tarefa das mais fáceis ter esse nome cobiçado pelo técnico Cuca e uma estratégia foi montada pelo departamento de futebol e jurídico da equipe são-paulina. 

Trata-se do atacante Jonathan Calleri, que não teve o seu contrato prorrogado com o Alavés, da Espanha, estando sem vínculo desde o dia 30 de junho. Seus direitos econômicos estão presos ao Deportivo Maldonado, do Uruguai. De acordo com o jornalista Ricardo Ritt, do Grupo Voleio, de assessoria esportiva, uma estratégia nos bastidores foram montado pelo Tricolor Paulista para viabilizar uma possível tratativa.


FBL-ESP-LIGA-REAL MADRID-ALAVES

Calleri aguarda uma resposta de seus empresários, mas para assinar um contrato com o São Paulo, mesmo com a janela de transferência fechada precisaria rescindir com o Deportivo Maldonado-URU e tem uma multa milionária por quebra de contrato que é de 20 milhões de euros, cerca de R$ 88 milhões. No entanto, para essa possibilidade ocorrer, seria necessário que uma gama de fatores ocorresse neste mês de agosto. 

Sem contar, que o Tricolor Paulista precisaria de um aval da FIFA para ter uma chancela na negociação e a situação deverá ser encaminhada pelo departamento jurídico do São Paulo ter uma resposta da entidade máxima. Em caso de atletas que tem vínculo com clubes de agentes, o jogador precisa ter ganho de causa e mostrar um argumento que convença para que as tratativas tenham facilidade e um avanço entre as partes.