​Com a saída de Jill Ellis prevista para outubro, a US Soccer está à procura de um substituto para comandar a​ ​Seleção Feminina dos Estados Unidos. De acordo com a ex-jogadora bicampeã olímpica em 2004 e 2008, Kate Markgraf, para a ​ESPN, os favoritos para assumir o posto são Laura Harvey do Utah Royals,  Vlatko Andonovski do Reign FC,  Mark Krikorian  da equipe universitário Florida State e o favorito, treinador do North Carolina Courage, Paul Riley.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!


Riley é inglês, ex-jogador de futebol que jogou grande parte da carreira nos Estados Unidos, antes de assumir o time da Carolina do Norte, também comandos as ex-franquias Long Island Fury, Philadelphia Independence, New York Fury. Com passagens no Portland Thorns e Western New York Flash na qual ganhou a National Women's Soccer League (NWSL). 


Em 2017 assumiu Courage e venceu o NWSL Shield, prêmio dado ao time que desempenhou um grande resultado na temporada regular. Apesar da premiação, o campeão daquele ano foi o Portland Thorns. Todavia, em 2018 conseguiu ser campeão nacional e extrair o melhor de uma brasileira, camisa 10 da equipe, Debinha.

Jogando com um nome diferente do passado, a equipe se encaixou perfeitamente nesse molde de azarão. O então Western New York Flash era um grupo de jovens jogadoras , a maioria não comprovava no início da temporada de 2016, que iam fazer um grande ano. O time havia acabado de sair de uma temporada infeliz de 2015, que terminou mal tanto dentro como fora do campo, o que deu impulso para a chegada de Riley em cena, inicialmente, como um resolvedor de problemas a curto prazo, quase como Renato Portaluppi no Grêmio. 


Mesmo com o Flash permanecendo entre altos e baixos ao longo do ano, eles excederam as expectativas. A fórmula era exatamente a motivação que Riley precisava. A previsão inicial, era que o clube terminaria em último. Porém, a equipe venceu o Portland em uma semifinal épica de 4 a 3, no prorrogação antes de ganhar o título da liga em uma disputa de pênalti.


Rose Lavelle,Emily Sonnett,Allie Long

As habilidades de gerenciamento de jogadores de Riley são o que o diferencia de outros treinadores. Existem treinadores que os jogadores vêem como chefes, e há treinadores que os jogadores vão pisar na frente de um carro. As jogadoras de Riley sempre o respeitarão. Com seu currículo tão vencedor, o treinador natural de Liverpool é o nome perfeito para assumir a principal equipe do mundo e atual campeã da Copa do Mundo.