Após a Copa América, o nível de futebol do ​Palmeiras caiu drasticamente. Consequências disso foram a eliminação ainda precoce nas quartas de final da Copa do Brasil e a perda da liderança do Campeonato Brasileiro para o arquirrival Santos. De quebra, na Libertadores, o Verdão quase voltou de Mendoza com um vexame ao se ver perdendo de 2 a 0 para o modesto Godoy Cruz. A equipe, todavia, reagiu a tempo e voltou ao Brasil com um empate, mas ainda longe de satisfazer seus torcedores. 


Por isso, o diretor de futebol Alexandre Mattos, observando queda nítida de produção de vários atletas do elenco, foi ao mercado. Durante a parada para a Copa América, anunciou Ramires, mas o meia veio do futebol chinês machucado e já está no departamento médico. A zaga ganhou o retorno de Vitor Hugo, que estava na Fiorentina, da Itália. Para o ataque, Henrique Dourado acertou com o clube - empréstimo de seis meses -, mas não é uma unanimidade entre os palestrinos. 


Luiz Adriano

Para grande parte da torcida do Palmeiras, falta um centroavante confiável - Deyverson, Borja e Arthur Cabral enfrentam um inferno astral dentro e fora de campo. O colombiano, que andava bem apagado, ganhou uma "colher de chá" ao balançar as redes na Argentina e deve ser o titular da equipe no jogo desta terça-feira (30), no Allianz Parque, diante do Godoy Cruz. Só que a paciência com o camisa 9 já tinha esgotado muito antes, por isso há o clamor por mais um jogador para a posição. 


De acordo com informações do ​​jornalista Gian Oddi, dos canais ESPN​, o Palmeiras acertou a transferência para "repatriar" Luiz Adriano, centroavante do Spartak Moscou, da Rússia. O jogador, revelado pelo Internacional na mesma geração de Alexandre Pato que conquistou a Libertadores e o Mundial de Clubes em 2006, está no futebol europeu há mais de uma década e já esteve na mira do Alviverde em 2009, ainda quando o clube tinha a Traffic como sua parceira econômica. 


Luiz Adriano,Vladimir Granat

Na época, Luiz Adriano até projetava uma parceria com o então reforço Keirrison no Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo, porém, de última hora, o negócio melou. Segundo Oddi, "o Verdão está em fase de documentação para fechar a contratação. Até ontem o negócio era visto como improvável, hoje a coisa avançou e pode ser anunciada em breve". Além do Verdão, o Flamengo era outro clube brasileiro que se interessou pelo atleta, a pedido do técnico Jorge Jesus. 


O Palmeiras vai trazê-lo com contrato válido por quatro anos e não pagará nada ao Spartak. O atacante de 32 anos aceitou rescindir seu contrato - válido ainda até junho de 2021 - abrindo mão de valores que teria a receber. Na temporada 2019-20, que se iniciou há algumas semanas, o atacante já tem três partidas disputas e um gol pelos Alvirrubros. Foram 24 tentos em 73 jogos pelo clube moscovita. 

Vale citar que a janela de transferências internacionais no Brasil fecha nesta quarta-feira (31), ou seja, o Palmeiras foi muito rápido para trazer, enfim, um reforço de peso pensando no bicampeonato da Libertadores. Luiz Adriano trata-se de um centroavante com porte físico suficiente para vencer disputas físicas contra os zagueiros. Em todos os times europeus que defendeu, jogou como referência nas equipes, sempre abastecidos por dois ou três meias de ligação. Tem bom domínio de bola e velocidade, o que torna a tarefa de marcá-lo um desafio.