​Na sessão diurna deste domingo (21), ​Botafogo e ​Santos se enfrentaram no Estádio Nilton Santos, em partida de enorme valor para ambos a nível classificatório: uma vitória do time carioca o levaria provisoriamente ao G-4 do Brasileiro, enquanto um triunfo santista significaria liderança dividida com o Palmeiras. No fim das contas, melhor para a equipe visitante: 1 a 0, gol único do atacante Marinho já na etapa final.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Primeiro tempo

Diego Pituca,Joao Paulo

O jogo começou bastante nervoso no Rio de Janeiro, com as duas equipes errando muito e cometendo faltas bobas que culminaram em três cartões amarelos em menos de 20 minutos. Apesar de serem duas equipes afeitas à posse, o Peixe foi mais proativo e agudo na frente, criando mais oportunidades de gol em relação ao rival. O venezuelano Soteldo foi um dos mais participativos da primeira etapa e levou perigo em inúmeras vezes pelo lado esquerdo, mas não conseguiu abrir o placar. A grande chance do Botafogo aconteceu aos 27', em petardo de Alex Santana de fora da área, parando em grande defesa de Éverson.


Segundo tempo

Felipe Aguiar

Insatisfeito com o rendimento de Uribe, Sampaoli voltou para a segunda etapa com Marinho, mas logo foi surpreendido pela perda de um titular importante: Veríssimo, punido com segundo amarelo e expulso da partida. A expulsão exigiu uma mudança tática por parte do comandante argentino, que sacou Jean Mota e fechou sua linha de defesa com Victor Ferraz. Mesmo com vantagem numérica, o Botafogo parecia engessado em campo e pouco produziu ofensivamente, lentidão castigada na metade do segundo tempo: poucos minutos após o árbitro da partida sacramentar o 10 contra 10, expulsando Gilson, o Peixe chegou ao seu gol em belíssima jogada individual de Marinho. A partir do 1 a 0, o time visitante passou a ser soberano no duelo, criando inúmeras chances de ampliar, mas parando em Gatito. 


Situação na tabela

Jorge Sampaoli

Com a vitória, o Peixe alcançou os 26 pontos totais e colou de vez no arquirrival ​Palmeiras, de mesma pontuação após 11 rodadas disputadas. A vantagem alviverde mora no saldo de gols: +14 contra 'apenas' +7 da equipe comandada por Sampaoli. O Botafogo, por sua vez, estacionou nos 16 pontos e perdeu uma posição na tabela de classificação: de sexto para sétimo. Caso Goiás, Corinthians e São Paulo vençam suas partidas pendentes, o Glorioso terminará a rodada no exato meio da tabela (10º).