​O CT Hélio Dourado, que fica na cidade de Eldorado do Sul (12 quilômetros de Porto Alegre) e abriga as categorias de base do ​Grêmio, receberá uma ampla reforma a partir do mês que vem. Além de melhorias em vestiários, alojamentos e academia, será erguido um prédio voltado totalmente às áreas de fisioterapia e medicina do esporte.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!




O custo total está orçado em R$ 10 milhões. Parte deste montante vem da Lei de Incentivo ao Esporte, mas a maioria é oriunda da venda do meia-atacante Tetê ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia - o garoto sequer estreou pelo time profissional do Tricolor e deixou Porto Alegre ainda no primeiro semestre por R4 42 milhões. O projeto já foi aprovado pelo Conselho de Administração gremista, e o início das obras depende apenas da assinatura de contrato com a construtora.



Nos últimos anos, o Grêmio se voltou novamente para as suas categorias de base, revelando nomes como Pedro Rocha, Arthur, Mathues Henrique, Walace entre outros. E, no último sábado, o presidente Romildo Bolzan Júnior revelou um sonho. “Gostaria de formar um time só com jogadores egressos da base. Claro que isso não vai acontecer, mas meu gremismo é tão grande que me permite sonhar. O que importa é a cultura de formação e aproveitamento”, destacou.


Para mais notícias do Grêmio, clique ​aqui.