​O Maracanã foi palco de cinco jogos da Copa América, que terminou neste domingo. E a cedência ao Comitê Organizador Local por parte de ​Flamengo e ​Fluminense, administradores, do estádio, acabou sendo um bom negócio para a dupla.


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!



FBL-COPA AMERICA-2019-BRA-PER-TROPHY


Cada uma das partidas realizadas no palco carioca rendeu R$ 350 mil, o que dá um total de R$ 1,750 milhão, segundo destaca o ​blog da Gabriela Moreira. O valor, claro, não será utilizado diretamente por rubro-negros e tricolores, uma vez que deverá entrar na conta da empresa criada por ambos e, assim, servir para pagar despesas relativas ao "maior do mundo".


FBL-COPA AMERICA-2019-BRA-PER-TROPHY


Aliás, nem todos os estádios receberam o mesmo valor pelo aluguel. A Arena do Grêmio e a Fonte Nova, por exemplo, ficaram com R$ 250 mil por jogo. Já a Arena Corinthians faturou R$ 333 mil por espetáculo. Com a quantia recebida, Flamengo e Fluminense já têm o suficiente para quitar o mínimo a que são obrigados a pagar ao governo do Rio de Janeiro pelo uso do estádio até o fim do contrato, em outubro. A cada mês, eles precisam depositar R$ 231 mil nos cofres públicos. Após os clubes firmarem contrato com o governo, o valor do aluguel do Maracana foi estipulado em R$ 90 mil por partida. Antes, o Fla pagava cerca de R$ 150 mil, afora taxa de luz e água. Ou seja, o dinheiro oriundo da Copa América é, sim, bastante representativo.